Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


avião de Evo Morales

Parlamento rejeita condenar proibição de aterragem

por Lusa, publicado por Luís Manuel Cabral  

O Parlamento português rejeitou hoje votos do PCP e do BE de condenação e um voto de protesto do PS pela proibição de aterragem do avião do presidente da Bolívia em Portugal.

As iniciativas do PS, PCP e BE foram rejeitadas pela maioria PSD e CDS-PP, com os votos favoráveis da esquerda parlamentar.

No voto de protesto, o PS manifestou "incompreensão pela decisão do Governo de proibir a aterragem" e disse esperar "do Governo as explicações necessárias e devidas".

"A situação fere o direito internacional público e criou um incidente diplomático absolutamente desnecessário", afirmou o PS.

O Partido Socialista exigiu ainda "ação diplomática imediata que permita ultrapassar de forma inequívoca o incómodo agora criado" não só em relação à Bolívia mas também aos países da América Latina com os quais é imperioso manter uma "relação de confiança e amizade".

O PCP exigiu um "imediato pedido formal de desculpas ao presidente Evo Morales" e ao Estado da Bolívia e a abertura de um inquérito para esclarecer os contornos da "inaceitável decisão".


Ler Artigo Completo(Pág.1/3) Página seguinte
Patrocínio
 
4943Visualizações
2Impressões
33Comentários
1Envio
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Coleção DN 150 anos - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

A eliminação do Benfica das competições europeias vai obrigar o clube a vender jogadores em janeiro?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper