Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Venezuela

Príncipe Felipe representa Espanha no funeral de Chávez

por Lina Santos  

Príncipe Felipe representa Espanha no funeral de Chávez
Fotografia © Reuters

O príncipe Felipe das Astúrias, herdeiro da coroa espanhola, encabeça a delegação do país que marcará presença no funeral de Hugo Chávez na sexta-feira, anunciou hoje a casa real.

Fonte governamental citada pela AFP considera esta escolha "a mais adaptada" às circunstâncias, recordando que o príncipe felipe representa o pai, o rei Juan Carlos, nas tomadas de posse de chefes de Estado da América Latina desde 1996.

Felipe das Astúrias esteve, aliás, na tomada de posse de Hugo Chávez em 1999, em representação do pai.

O rei Juan Carlos encontra-se neste momento hospitalizado depois de ter sido operado a um hérnia discal no domingo, dia 3.

Ontem o monarca enviou uma mensagem de condolências ao vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, lembrando "as relações de amizade que sempre existiram entre os dois povos". Uma posição que contrasta com a tentativa de manter boas relações com o futuro poder venezuelano que mantém o governo de direita de Mariano Rajoy.

As relações entre Espanha e a Venezuela conheceram o seu momento mais difícil em 2007 quando, durante uma cimeira iberoamericana, o rei Juan Carlos disse a Hugo Chávez "porque não te calas".


Patrocínio
 
1995Visualizações
0Impressões
0Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 


PUB
NOS ConferênciaPrémioInovaçãoNOS - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
Conferência 3º Aniv DV - DN Destaque Évora (Mar2015)
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque
Continente UVA D'OURO 2015 DN 300x100
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

As companhias aéreas fazem o suficiente na avaliação psicológica da tripulação?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper