Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


EUA

Banqueiro recebe 104 milhões por delatar clientes

por Leonor Mateus Ferreira  

O ex-banqueiro Bradley Birkenfeld, acabou de sair da prisão e foi congratulado com 104 milhões dólares (cerca de 81 milhões euros) por denunciar um esquema de evasão fiscal, nos EUA. Este é o maior valor já atribuído num caso do género.

Birkenfeld cumpriu dois anos e meio de prisão por conspirar em crimes de evasão fiscal e agora que saiu, o Departamento do Tesouro fez dele milionário. O ex-banqueiro está em liberdade desde o mês passado.

"O Internal Revenue Service acredita que o estatuto denunciante forneceu uma ferramenta valiosa para combater a fuga fiscal, e este prémio reflete o nosso compromisso com a lei" afirmou Michele Eldridge, porta voz do Departamento do Tesouro à edição online do canal americano CBS.

O governo norte americano recuperou 5 mil milhões de dólares. Relacionado com o mesmo caso, o banco Swiss UBS AG pagou, em 2009, uma multa de 780 milhões de dólares e aceitou revelar centenas de nomes de suspeitos de evasão fiscal.


Patrocínio
 
2935Visualizações
0Impressões
10Comentários
3Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB
NOS ConferênciaPrémioInovaçãoNOS - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Pensa que as taxas de juro negativas são boa notícia para as famílias portuguesas?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper