Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Na Austrália

Mulher mais rica do mundo pede redução de salário mínimo

por Leonor Mateus Ferreira com AFP, editada por Patrícia Viegas  

Imagem retirada de um vídeo do programa Today Tonight
Imagem retirada de um vídeo do programa Today Tonight Fotografia © D.R.

Gina Rinehart herdou a fortuna familiar e é, neste momento, a mulher mais rica do mundo, segundo a 'Business Review Weekly'. A australiana afirmou recentemente que o salário mínimo no país deveria ser reduzido e deixou uma mensagem aos "invejosos": mais trabalho e menos bebida.

A herdeira do grupo Hancock Prospecting, com uma fortuna avaliada em cerca de 29 200 milhões de dólares australianos (cerca de 24 mil milhões de euros), segundo a mesma publicação, afirmou que o Governo australiano deveria reduzir o salário mínimo (606,40 dólares australiano, ou seja, cerca de 500 euros), com vista a atrair mais investidores.

Rinehart explicou ainda que não há uma receita para uma pessoa se tornar milionária e ironizou em relação à questão. "Se têm inveja daqueles que têm dinheiro, não fiquem sentados a queixar-se. Façam alguma coisa para fazerem dinheiro vocês mesmos. Gastem menos tempo a beber ou fumar e socializar e mais tempo a trabalhar", afirmou, em declarações citadas pela agência AFP.

O vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças australiano, Wayne Swan, criticou imediatamente as declarações da milionária. "Estes comentários são um insulto para os milhões de trabalhadores australianos que trabalham e suam sangue para alimentar os filhos e pagar as contas", afirmou.


Patrocínio
 
23276Visualizações
14Impressões
167Comentários
10Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 


PUB

NOTÍCIAS Mais VISTAS

btn Banco Popular - DN Destaque
Continente UVA D'OURO 2015 DN 300x100
Btn EdMultimedia - Geral



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

A quem atribui maior responsabilidade sobre o drama dos refugiados na Europa?

- Aos governos dos países
- À Comissão Europeia
- À ONU
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper