Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


África do Sul

Zuma declara uma semana de luto nacional

por Agência Lusa, publicado por Susana Salvador  

O Presidente sul-africano, Jacob Zuma, declarou hoje uma semana de luto nacional pela violência na mina de platina onde 34 mineiros grevistas foram mortos pela polícia.

"A nação está em choque e dor. Devemos refletir durante esta semana sobre a santidade da vida humana e do direito à vida, como o consagrado na Constituição da República", disse Zuma, três dias depois da tragédia que provocou a morte a 34 mineiros em Marikana.

A mina de Marikana fica a noroeste de Joanesburgo e morreram na última semana 34 pessoas em confrontos entre mineiros em greve e as forças policiais, havendo ainda muitos feridos em tratamento.

Agentes da polícia abriram fogo na quinta-feira passada sobre uma multidão de mineiros que alegadamente atacava com catanas, paus e outras armas, matando 34 e ferindo 78.

A violência em Marikana, nos arredores de Rustenburg, região onde se situam alguns dos maiores depósitos de platina do mundo, eclodiu na sequência de uma greve ilegal decretada por mais de 3 mil mineiros da empresa Lonmin, divididos entre dois sindicatos que lutam pela hegemonia nas minas.

Nesses confrontos entre mineiros já tinham morrido antes dez pessoas, entre as quais dois polícias.


Patrocínio
 
1968Visualizações
0Impressões
0Comentários
2Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 

NOTÍCIAS Mais VISTAS
btn Banco Popular - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque
Continente UVA D'OURO 2015 DN 300x100
Btn EdMultimedia - Geral
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Acha que a Grécia vai mesmo sair do euro?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper