Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Caso Assange

Suécia indignada com visão que Equador tem da sua justiça

por Agência Lusa, publicado por Susana Salvador  

O chefe do Governo da Suécia, Fredrik Reinfeldt, indignou-se hoje com a visão que o Equador dá do sistema judiciário sueco, após a decisão de Quito de conceder asilo político ao fundador do WikiLeaks, Julian Assange.

"É naturalmente inaceitável", declarou o primeiro-ministro à agência noticiosa sueca TT.

Numa conferência de imprensa em Quito na quinta-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros equatoriano, Ricardo Patiño, anunciou que o seu país concedeu asilo político a Assange principalmente porque os direitos de defesa não são respeitados na Suécia.

"Estou de acordo com o que disse o ministro dos Negócios Estrangeiros, Carl Bildt", afirmou Reinfeldt, que raramente se manifesta sobre os dossiers internacionais.

Na sexta-feira, o chefe da diplomacia sueca afirmou que a Suécia "aguarda para ver o que se passará" antes de tentar, por qualquer meio, que seja acelerada a extradição do fundador do WikiLeaks.

Bildt rejeitou, por outro lado, acusações de que a Suécia tem a intenção de entregar Assange às autoridades norte-americanas para reforçar as relações entre os dois países.


Ler Artigo Completo(Pág.1/3) Página seguinte
Patrocínio
 
1918Visualizações
5Impressões
15Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Coleção DN 150 anos - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN (Pintura) (22-24Nov)



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

A Justiça está a ser muito demorada na aplicação da medida de coação a José Sócrates?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper