Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Rússia

Deputado acusa Madonna de promover homossexualidade

por Lusa, publicado por Ana Meireles  

Madonna também usou a pulseira rosa que foi entregue ao público.
Madonna também usou a pulseira rosa que foi entregue ao público. Fotografia © REUTERS/Alexander Demianchuk

O deputado da assembleia legislativa de São Petersburgo, Vitali Milonov, acusou hoje a cantora norte-americana Madonna de violar uma lei local que proíbe a propaganda da homossexualidade e da pedofilia para públicos menores de idade.

A estrela 'pop' realizou na quinta-feira um concerto na cidade de São Petersburgo, durante o qual proferiu frases de apoio à comunidade homossexual russa.

"Temos de punir Madonna ou os organizadores [do concerto]", afirmou Milonov, em declarações à agência Interfax.

O deputado referiu que existem gravações de vídeo que comprovam que entre o público que assistiu ao concerto de Madonna estavam "crianças de 12 anos", e como tal a lei devia ser aplicada.

Vitali Milonov foi o autor da polémica lei, que as minorias sexuais russas consideram discriminatória.

Durante a atuação em São Peterburgo, a cidade natal do Presidente russo, Vladimir Putin, a cantora fez uma inflamada defesa dos direitos dos homossexuais russos, cujas associações estão proibidas de celebrar marchas de orgulho gay.


Ler Artigo Completo(Pág.1/3) Página seguinte
Patrocínio
 
4673Visualizações
2Impressões
2Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
TSF Superbrand - DN destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Concorda com a prova de avaliação aos professores?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper