Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Tunísia

Jovem condenado por divulgar caricaturas de Maomé

por Lusa  

Pena de sete anos e meio de prisão foi confirmada numa decisão de apelo. Ativistas consideram pena cedência ao partido islamita no poder.

O tunisino que publicou na sua página do Facebook caricaturas do profeta Maomé viu hoje confirmada a pena de prisão de sete anos e meio a que fora condenado em primeira instância.

Esta sentença suscitou críticas de vários ativistas dos direitos humanos.

Jabbeur Mejri, um jovem diplomado desempregado da cidade costeira de Mahdia (leste), detido há três meses, foi condenado em primeira instância, em 28 de março, a sete anos e meio de prisão por "distúrbio da ordem pública, prejuízo causado a terceiros através das redes públicas de comunicação e atentado à moral".

O tribunal de apelo de Monastir (leste) confirmou hoje o veredito, disse à agência noticiosa AFP o advogado Ahmed Msamli, que aguardava uma diminuição da pena.

Mejri publicou caricaturas do profeta Maomé - consideradas chocantes pelos próprios defensores de Jabbeur Mejri - na sua página do Facebook.


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
1725Visualizações
0Impressões
14Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB
NOS ConferênciaPrémioInovaçãoNOS - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque
Btn EdMultimedia - Geral
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Ministério da Saúde deveria reforçar incentivos a hospitais periféricos?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper