Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Conselho de Segurança

Portas e homólogos da CPLP pedem intervenção da ONU

por DN.pt com Lusa  

Paulo Portas
Paulo Portas Fotografia © Steven Governo / Global Imagens

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Paulo Portas, apelou esta noite ao Conselho de Segurança da ONU o envio de uma força de manutenção de paz para a Guiné-Bissau.

Discursando em inglês, Portas afirmou ser necessária uma intervenção que garanta uma solução "completa" para o país que há uma semana sofreu um golpe de Estado.

Esta posição coincidiu com os apelos realizados hoje por todos os ministros dos Negócios Estrangeiros dos países lusófonos.

O próprio ministro dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau, Mamadu Djaló Pires, "implorou" no Conselho de Segurança o envio de uma "força de interposição" para o seu país.

"Venho implorar o envio de uma força de interposição para a Guiné Bissau, autorizada por este Conselho de Segurança", afirmou o ministro guineense numa reunião dedicada à crise política no país, resultante do golpe de Estado realizado por militares em 12 de abril.

Esta força, solicitou, deve ter "um vasto mandato e um período dilatado, por forma a definitivamente virar a página e permitir a afirmação de um Estado de direito democrático na Guiné-Bissau", adiantou.


Patrocínio
 
2349Visualizações
11Impressões
8Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Coleção DN 150 anos - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN (Pintura) (22-24Nov)



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Como classifica a atuação da justiça portuguesa nos últimos meses?

Muito boa
Boa
Média

Muito má
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper