Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Golpe de Estado

China apoia CPLP e CEDEAO sobre a Guiné-Bissau

por Lusa  

Gomes Júnior, o primeiro-ministro, foi detido pelos militares do golpe de dia 12
Gomes Júnior, o primeiro-ministro, foi detido pelos militares do golpe de dia 12

A China manifestou hoje o seu apoio aos esforços da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) para resolver a crise na Guiné -Bissau.

"Apoiamos os esforços da CPLP e da CEDEAO para mediar a questão", disse um porta-voz do MNE chinês, Liu Weimin, em resposta a agência Lusa em Pequim.

"A China opõe-se à tomada do poder pela força na

Quanto ao eventual envio para a Guiné -Bissau de uma "força de interposição", proposta pela CPLP, em articulação com a CEDEAO e com mandato definido pela ONU, Liu Weimin respondeu: "Não estou a par dos pormenores. Precisamos de mais informação sobre isso".

Esta foi a segunda posição pública da China sobre a Guiné -Bissau no espaço de dois dias. Na passada segunda-feira, o Governo chinês condenou o golpe de Estado na Guiné -Bissau e pediu a libertação dos líderes políticos detidos pelos golpistas, entre eles o primeiro-ministro Carlos Gomes Júnior.

A China é um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, com direito de veto.


Patrocínio
 
15594Visualizações
10Impressões
3Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Coleção DN 150 anos - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN (Pintura) (22-24Nov)



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Como classifica a atuação da justiça portuguesa nos últimos meses?

Muito boa
Boa
Média

Muito má
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper