Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


UE/Previsões

Portugal: desemprego vai atingir os 15,5%

por Lusa  

A taxa de desemprego em Portugal vai atingir os 15,5 por cento este ano e diminuirá apenas para 15,1 por cento em 2013, anunciou hoje a Comissão Europeia nas suas previsões de primavera.

"No último trimestre de 2011, a situação do mercado laboral deteriorou-se consideravelmente, com o emprego a encolher 2,5 por cento em relação ao trimestre anterior e a taxa de desemprego a atingir os 14 por cento", lê-se no relatório da Comissão.

"A taxa de desemprego subiu para 15 por cento em fevereiro, e deverá aumentar mais ainda este ano", preveem ainda os técnicos de Bruxelas.

Num anexo ao seu Documento de Estratégia Orçamental, o Governo divulgou projeções de uma taxa de desemprego de 14,5 por cento este ano e 14,1 por cento no próximo.

No entanto, estas previsões vão ser revistas no início do junho. O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, disse esta semana no Parlamento que o aumento do desemprego está a ser superior ao que seria de esperar tendo em conta a diminuição da atividade económica, e que por isso o Governo ia fazer uma nova análise aos números do mercado do trabalho para elaborar novas previsões.

Todos estes valores são médias anuais, e referem-se ao desemprego na definição do Eurostat - que é ligeiramente diferente da taxa oficial calculada pelo Instituto Nacional de Estatística.


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
1274Visualizações
17Impressões
1 Comentário
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
TAGS
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar




PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Concorda com a prova de avaliação aos professores?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper