Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Turismo

Aquapura desiste de hotel de Vaz Guedes no Brasil

por RITA ROBY GONÇALVES  

O hotel de seis estrelas que Diogo Vaz Guedes está a construir na Baía tem as obras paradas desde 2007.

Warapuru, o primeiro hotel de seis estrelas do Brasil idealizado e criado por Diogo Vaz Guedes, afinal já não vai fazer parte da marca Aquapura, fundada pelo empresário. Miguel Simões de Almeida, co-fundador da marca turística, confirmou ao DN que a Aquapura não vai ser a entidade gestora do Warapuru. "O Warapuru vai seguir o seu caminho, que será diferente do caminho da Aquapura", disse. O problema é que o caminho do Warapuru está cada vez mais indefinido. Em Fevereiro de 2007, o Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) mandou parar as obras do resort durante um ano e meio. Na altura já Diogo Vaz Guedes tinha enterrado 30 milhões de euros no projecto megalómano desenhado por Anouska Hempel, a famosa designer de interiores inglesa responsável pelos hotéis Blakes, Amesterdão, e The Hempel, em Londres. Quando finalmente o Supremo Tribunal deu razão a Vaz Guedes e o embargo foi levantado, o empresário português não quis avançar sozinho e as obras permaneceram paralisadas. Foi então que surgiu a hipótese de o Warapuru se transformar em Aquapura Itacaré. Parecia a solução perfeita: a Aquapura tinha já uma estrutura montada e um portfólio consistente. Acrescia o facto de nesse ano as perspectivas de negócio serem ainda positivas. A empresa tinha anunciado até 2010 uma facturação de 60 milhões de euros e investimentos de 200 milhões até 2018. Entretanto, o programa de investimentos do grupo foi reavaliado, as obras do Warapuru continuam paradas, e a Aquapura saiu fora da jogada.

Como o DN noticiou, Vaz Guedes procura salvar a situação do resort Warapuru com outra parceria, possivelmente um banco, que deseje partilhar o investimento necessário para a conclusão do projecto. "Até ao final deste ano as obras devem ser retomadas e no espaço de um ano o hotel será inaugurado", assegurou ao DN João Vaz Guedes, irmão do antigo presidente da Somague. A inauguração do empreendimento, inicialmente prevista para 2007, deverá saltar para 2010.

Considerado pelo New York Times como um dos melhores hotéis de luxo do futuro, o Warapuru foi idealizado para se destacar entre os melhores: 40 bungalôs com piscina privativa e mordomo 24 horas por dia, mais 17 villas que serão comercializadas como casas de férias. Um luxo inspirado nos melhores hotéis do Oriente que tão cedo não vê a luz do dia.


Patrocínio
 
2935Visualizações
5Impressões
0Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
TAGS
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar




PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Concorda com a prova de avaliação aos professores?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper