Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Cinema

'A Última Vez Que Vi Macau' na premiação de Locarno

por Flávio Gonçalves  

João Pedro Rodrigues, Cindy Scrach (que interpreta a personagem Candy) e João Rui Guerra da Mata
João Pedro Rodrigues, Cindy Scrach (que interpreta a personagem Candy) e João Rui Guerra da Mata Fotografia © Festival del film Locarno / TiPress / Samuel Golay

O filme de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata recebeu uma menção do júri que passa uma mensagem política. Jean Claude Brisseau venceu o Leopardo de Ouro.

O cinema português voltou a ser falado na premiação de um grande festival internacional. Desta vez em Locarno, coube à ficção A Última Vez que vi Macau, da dupla de realizadores João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, servir de bandeira para mais um recado ao governo português. Foi o próprio presidente do júri, o notável realizador tailandês Apichatpong Weerasethakul, que o disse na cerimónia de encerramento do festival de cinema. A atribuição da menção honrosa dirigiu-se a uma das personagens centrais do filme: a "extraordinária" Candy, pela "sua poderosa presença através da ausência, que ressoou para o júri como representante da imensa coragem do cinema português num tempo em que as faltas dos governos e dos sistemas sociais ameaçam a arte cinematográfica em todo o mundo."

Para além desta menção, sem dúvida invulgar e inesperada, A Última Vez que vi Macau foi reconhecido com o Boccalino d"Oro para melhor realização, distinção atribuída por um grupo de jornalistas e críticos de cinema.

João Pedro Rodrigues reconheceu ao DN que, durante o festival, "o filme foi muito bem recebido." E, de facto, ao longo dos últimos dias não faltaram elogios do próprio diretor do festival e em publicações como a revista de cinema francesa Positif ou o portal IndieWire. Os dois realizadores lembram ainda ao DN que, "se o filme teve uma menção isso quer dizer qualquer coisa". Quando há uma menção especial, "isso quer dizer que houve divisão entre o júri, que houve discussão e não chegaram a um acordo". E concluem: "O que temos pena é que aqueles que gostaram muito do filme no júri não tenham tido força suficiente para conseguir passar isso às outras pessoas de modo a que pudesse ter um prémio maior".

João Pedro Rodrigues revelou ainda ao DN que este filme, que vai abrir o DocLisboa, "está a ser convidado para uma série de festivais internacionais muito importantes", como Toronto, Vancouver, Nova Iorque ou Busan (Coreia do Sul). "As perspetivas de uma carreira internacional para o filme são por isso as melhores." Quanto a uma estreia comercial em Portugal, espera que possa acontecer ainda este ano.

O corealizador João Rui Guerra da Mata apresentou ainda a sua "curta" O Que Arde Cura, que venceu o prémio Film und Video Untertitelung, que distingue a legendagem.


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
5377Visualizações
2Impressões
4Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Aumento de capital é suficiente para resolver crise no BES?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper