Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Maçons do CDS temem Paulo Portas

 

Nuno Magalhães admite ligações a Loja Simbólica, de obediência mais elitista e secreta. Vários "irmãos" do CDS receiam assumir-se.

O semanário "Sol" escreve que Nuno Magalhães, líder parlamentar do CDS, assume ter ligações à Grande Loja Simbólica de Portugal (GLSP) - uma obediência recente no país, com regras mais apertadas de secretismo, mais elitista, esotérica e tradicionalista do que o Grande Oriente Lusitano e a Grande Loja Legal de Portugal.

Não sendo maçon, Nuno Magalhães admite ter simpatia pela GLSP por razões familiares (a sua mulher é maçon desta obediência), indo a alguns encontros, conferências e jantares desta Loja.

Contudo, segundo avança o semanário, no CDS, muitos não se assumem maçónicos por medo de Paulo Portas, adiantando que em todas as obediências há "irmãos" do CDS mas que, já fizeram saber aos grão-mestres que receiam que os seus nomes sejam revelados.

Embora o partido não o confirme, nem o desminta, entre os membros maçónicos do CDS corre a ideia de que Lino Ramos foi recentemente afastado de secretário-geral do partido depois de Portas ter sabido que ele pertencia à maçonaria.


Patrocínio
 
4803Visualizações
11Impressões
22Comentários
3Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password






PUB
NOS ConferênciaPrémioInovaçãoNOS - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque
Btn EdMultimedia - Geral
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Acha que as regras para a construção salvaguardam a saúde das populações?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper