Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


PS ignora plano anti-sismo há três anos

por RUI PEDRO ANTUNES  

PCP voltou a apresentar em Novembro plano de diminuição  de risco similar ao que socialistas chumbaram em 2006 na AR.

O PCP apresentou, em 2006, uma recomendação na Assembleia da República que propunha ao Governo a tomada de várias medidas para prevenir e minimizar os estragos de abalos sísmicos. Todos as bancadas aprovaram menos o partido do Governo, o PS, que na altura gozava de maioria no Parlamento.

O deputado comunista e subscritor da proposta, Miguel Tiago disse ao DN que achou "estranho" o chumbo do PS e a única justificação que encontrou foi mesmo "o facto de o PS não aceitar algumas propostas só por serem de outros partidos".

Controlar a qualidade dos edifícios novos, avaliar a vulnerabilidade sísmicas das indústrias, escolas e hospitais, e a criação de um grupo de trabalho para implementar estas e outras medidas faziam parte das reivindicações comunistas.

Mais tarde, conta Miguel Tiago, o PS terá informalmente mostrado disponibilidade para aprovar a proposta. Então, em Abril deste ano, o PC voltou à carga defendendo um Plano Nacional de Redução da Vulnerabilidade Sísmica. A legislatura acabou, a proposta não foi discutida, mas o PC voltou a apresentá-la novamente em Novembro.


Patrocínio
 
2882Visualizações
0Impressões
0Comentários
1Envio
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
TAGS
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado




Notícias
 

 

Há 40 anos Lisboa fugiu para a rua

 

Protecção Civil no meio da informação

 

PS ignora plano anti-sismo há três anos

 

Quando as redes sociais batem os canais de notícias

 

Sismo foi só susto mas deixa aviso para risco de catástrofe

 

Um pequeno glossário

 

15 grandes questões sobre os sismos

 

Faro vai ter simulador que permitirá programar melhor acções no terreno

 

PCP insiste em plano para reduzir vulnerabilidade sísmica

 

Consequências teriam sido mais graves se epicentro tivesse sido mais próximo de terra

 

V.R. Santo António sentiu abalo, que não causou danos

 

Madrid sentiu ligeiramente o abalo da madrugada

 

Abalo registado pela rede sismológica dos Açores três minutos depois de ter ocorrido

 

Abalo com 16 réplicas não causou vítimas nem danos estruturais

 

Muitos alentejanos acordaram em sobressalto e viram objectos a tremerSismo: Muitos alentejanos acordaram em sobressalto e viram objectos a tremer

 

Maior registado desde 1969 e já teve 16 réplicas

 

Protecção Civil Municipal da Guarda registou "muitos telefonemas"

 

Abalo sentido no Porto mas não motivou preocupação - bombeiros

 

Sapadores Bombeiros Lisboa receberam cerca de 100 pedidos de informação

 

Protecção Civil de Viana do Castelo registou apenas oito chamadas

 

Autoridades algarvias sem pedidos de socorro mas com dezenas de telefonemas

 

Protecção Civil regista 8 réplicas durante madrugada

 

Espanha avalia intensidade do abalo em 6,3 na escala de Richter

 

Abalo foi sentido em Marrocos sem causar danos

 

Protecção Civil desconhece danos materiais ou pessoais

 

Instituto de Meteorologia registou 6,0 de intensidade do abalo

 

Abalo de intensidade 5,7 sentido em Portugal

 

Porque acontecem os sismos?

 

Sismo de 1755 mudou a vida de Voltaire

 

Vídeo do abalo filmado por utilizadores do YouTube

 

Saiba o que fazer em caso de sismo

 

Foi assim o grande sismo de 1755

 

Sismo no Algarve provoca pânico entre moradores

 

Os grandes sismos em Portugal

 

Leitores do DN relatam o sismo

 

A falha de São Vicente e o risco sísmico em Portugal

 

Sentiu o sismo? Envie-nos o seu testemunho.

 

Sismo de magnitude 6,0 foi o maior desde 1969 (VÍDEO)

 
Cronologias
 

 

Cronologia do Sismo de 17 de Dezembro de 2009

 



PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Acha que a Guiné Equatorial devia fazer parte da CPLP?

Sim
Não
Só se adotar o português como língua principal
Só depois de dar garantias de que respeita os direitos humanos
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper