Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Dopagem

Federação de Atletismo tentou abafar caso de 'doping'

por DUARTE LADEIRAS  

Presidente da federação deu informações erradas  à comissão disciplinar sobre Leão Carvalho. Não evitou a sanção, mas esta foi ocultada da federação internacional. E dois anos depois, o conselho jurisdicional decidiu um recurso que, pelas regras, só poderia ser aceite até oito dias úteis depois do primeiro acórdão

Leão Carvalho tinha deixado o Benfica havia pouco tempo quando teve um teste de doping positivo, na edição de 2004 do Crosse Internacional da Amora. Após a abertura do processo, o presidente da Federação Portuguesa de Atletismo (FPA), Fernando Mota, entregou uma declaração à Comissão Disciplinar (CD) garantindo que, na altura da prova, o atleta não estava federado na FPA, quando, na realidade, encontrava-se registado como individual - estava federado, mas não tinha ligações a qualquer clube.

A CD aceitou os factos alegados por Mota como prova, mas puniu o atleta e determinou que Carvalho cumprisse a sanção quando voltasse a federar-se - na prática o fundista cumpriu a sanção, pois não renovou a filiação e esteve sem competir durante mais de dois anos por opção. Só que, após esse período, muito além dos prazos regulamentares, o Conselho Jurisdicional da federação analisou um recurso do fundista, mantendo a sanção, mas considerando-a cumprida. E, além de ter tentado travar a punição do atleta, a direcção da FPA violou os regulamentos internacionais: não notificou a IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo) acerca deste e de outros acórdãos sobre dopagem.

O Crosse Internacional da Amora decorreu a 14 de Novembro de 2004 e Leão Carvalho foi quarto classificado. Mês e meio depois, a 23 de Dezembro, a Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) informou a direcção da FPA de que fora detectada cocaína numa das amostras de urina cedidas pelo atleta. Segundo o acórdão do caso, ao qual o DN sport teve acesso, a contra-análise foi realizada depois de uma reunião na sede da federação, na qual se esperou, em vão, que Leão Carvalho apresentasse uma justificação para a detecção da cocaína.

O exame da amostra B confirmou o resultado inicial, obrigando à abertura de um inquérito. Quatro dias antes de se pronunciar, a CD recebeu uma declaração de Fernando Mota. "Resulta igualmente da prova produzida nos presentes autos, nomeadamente da declaração emitida pelo Senhor Presidente da FPA, em 5 de Abril de 2005, que o ora visado Leão Carvalho não se encontrava à data da realização da competição atrás referida, na qual foi submetido ao controlo de antidopagem, filiado nesta federação", indica o acórdão da CD.

Mas as alegações desta declaração não são verdadeiras. Leão Carvalho efectuou em Outubro de 2004 a inscrição para a época 2004/2005 como atleta individual. É isso que consta nos registos da Associação de Atletismo de Lisboa, aos quais o DN sport teve acesso: Leão Carvalho limitou-se a transferir o seu estatuto de atleta do Benfica para atleta de alta competição em regime individual.


Ler Artigo Completo(Pág.1/3) Página seguinte
Patrocínio
 
3944Visualizações
2Impressões
0Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password



Notícias
 

 

ADoP: contradições dos médicos da FPF absolveram Queiroz

 

TAS: Queiroz não perturbou recolha das amostras antidoping

 

Doping leva Liberty Seguros a acabar com equipa profissional

 

Nuno Ribeiro suspenso dois anos e fora da Volta 2011

 

Médicos estavam perturbados mas testes foram assegurados

 

CD acusado de alterar testemunhos e favorecer Queiroz

 

Queiroz punido por "dificultar" controlo de doping

 

Espanhóis suspensos 2 anos por doping na Volta a Portugal

 

Campeão nacional falsificou controlo mas segura título

 

Falsificação para esconder doping de ciclista que morreu

 

Ficheiros apreendidos contradizem médico da LA-MSS

 

Doping existia nas equipas de Zeferino há vários anos

 

Portugal adopta passaporte biológico para bater doping

 

LA-MSS: FPC mantém sanções a Zeferino e 2 ciclistas

 

Médico da LA deve ser punido a nível mundial por doping

 

Nuno Ribeiro culpa médico e vai colaborar com autoridades

 

Vencedor da Volta deve ser desclassificado e suspenso

 

Doping: 2 ciclistas falsearam testes em rusga da PJ

 

'Doping' atinge ciclismo em todas as idades

 

Campeão e outros dois ciclistas suspensos por doping

 

Francisco Lázaro: a primeira das vítimas do 'doping'

 

Doping: AMA recorre da absolvição do campeão de estrada

 

Leão Carvalho suspenso dez anos por doping

 

Doping: caso LA-MSS ainda "espera perícias técnicas"

 

Caso Cabreira na Agência Mundial Antidopagem e no DIAP

 

Cabreira: queixa-crime contra IDP e inspectores do CNAD

 

Doping: caso Cabreira provável no tribunal arbitral

 

Doping: campeão de estrada ilibado pela segunda vez

 

Tráfico, administração e redes de 'doping' criminalizados

 

Alberto Chaíça critica departamento médico da federação

 

Controlo de 'doping' não é feito a pedido

 

Campeão nacional de estrada usou enzima que esconde 'doping'

 

Ciclismo: Doping - João Cabreira reitera inocência e vai levar caso até às últimas instâncias

 

Campeão nacional suspenso por viciar amostras antidoping

 

Federação de Atletismo tentou abafar caso de 'doping'

 

CNAD apelou do acórdão sobre 'doping' de Edi Maia

 

Tratar atletas lesionados com 'doping' dará prisão

 

Nova lei contra 'doping' permite prisão efectiva para casos graves

 

Cabreira diz estar a ser castigado por ter criticado Artur Lopes

 

Artur Lopes defende seriedade da Federação

 

Morte de Bruno Neves por relacionar com 'doping'

 

"É estranho como as equipas fazem estas asneiras"

 

Imagem de Bruno Neves intacta entre amigos de infância

 

Três casos de suspensão em equipas de Zeferino

 

Médico espanhol da LA-MSS desconhece estar a ser investigado

 

Lei prevê pena máxima de dois anos de prisão para infractores

 

Investigação pode estender-se aos corredores espanhóis da LA-MSS

 

PJ investiga conexão entre laboratórios da Galiza e equipa ciclismo LA-MSS

 

PJ 'apanha' La-MSS e investiga mais equipas do pelotão nacional

 
Cronologias
 

 

Cronologia do caso LA-MSS

 
Links úteis
 

 

Lei nº 27/2009, de 19 de Junho (lei portuguesa de combate ao doping)

 

Agência Mundial Antidopagem

 

Laboratório de Análises e Dopagem

 

Instituto do Desporto de Portugal

 



PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Coleção DN 150 anos - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

A eliminação do Benfica das competições europeias vai obrigar o clube a vender jogadores em janeiro?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper