Rendas vão ter maior subida desde 2004

Aumento afecta mais de 627 mil famílias e produz efeitos no mês em que o contrato foi assinado. É a maior subida dos últimos nove anos.

O "Jornal de Negócios" escreve que a actualização anual das rendas deverá rondar os 3,3% no próximo ano, o que representa o maior agravamento desde 2004. Este aumento resulta da variação de preços verificada até meados deste ano, que é calculada pelo Instituto Nacional de Estatística e se aplica a todos os contratos celebrados a partir de 1967.

Quanto às rendas mais antigas, anteriores a 1967, a subida será de 5%, que antecipará o aumento extraordinário previsto com a nova lei.

Últimas notícias

Mais popular