Prestação da casa cai para mínimo histórico

Segundo o Jornal de Negócios, em julho haverá novas reduções, mas quem tiver um contrato indexado a uma taxa variável a seis meses, com revisão no próximo mês, irá passar a pagar, a partir de Agosto, a prestação mais baixa de sempre.

Dada a forte queda das taxas de juro no mercado, a cada revisão os portugueses têm vindo a sentir um alívio no custo do financiamento contraído para comprar casa.

E em julho, escreve o Jornal de Negócios, haverá novas reduções, mas quem tiver um contrato indexado a uma taxa variável a seis meses, com revisão no próximo mês, irá passar a pagar, a partir de agosto, a prestação mais baixa de sempre.

Últimas notícias

Mais popular