Minhocas e insetos fazem parte da dieta do futuro

Com a população a aumentar, a ONU estima que daqui a 20 anos serão necessários mais 50% de alimentos e 45% de água. Algumas das refeições que conhecemos hoje irão desaparecer.

O "Jornal i" escreve que num futuro próximo algumas das refeições que conhecemos hoje poderão vir a ser um luxo para a grande maioria das pessoas. Segundo o jornal, a Organização das Nações Unidas avisa que a população vai aumentar e daqui a 20 anos vão ser necessários mais 50% de alimentos e mais 45% de água. Até 2040 muita coisa irá mudar nas nossas mesas e as alternativas à carne poderão vir a ser algas, minhocas, insectos ou elementos modificados em laboratório como milho ou arroz, por exemplo.

Segundo o jornal, nos próximos vinte anos, também alguns dos alimentos que tão bem conhecemos hoje irão desaparecer. São os casos do café, do chocolate, do Salmão, do atum e do bacalhau ou do mel, entre outros.

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular