Mais de 120 mil portugueses fogem dos PPR num ano

É a maior fuga de sempre dos Planos de Poupança Reforma (PPR). A quebre abrupta dos benefícios fiscais e a forte concorrência dos depósitos já levaram 122 mil a desistirem.

O "Diário Económico" escreve que pela primeira vez desde, pelo menos 2006, os tradicionais planos de poupança reforma perderam investidores. Os números do Instituto de Seguros de Portugal mostram que no final do ano passado existiam 2,45 milhões de pessoas com um seguro PPR. O número compara com os 2,57 milhões de portugueses que em 2010 tinham nas suas carteiras esta tradicional aplicação financeira.

Contas feitas, significa que em termos líquidos mais de 122 mil portugueses desistiram dos Planos de Poupança Reforma. Esta valor representa uma quebra de 4,7%. No site do regulador do sector segurador é ainda possível analisar os mesmos dados desde 2006 e, nesse período, nunca se registou uma quebra dos investimentos em PPR.

A quebra dos benefícios fiscais associados a estas aplicações terá contribuído para um maior desinteresse dos investidores por este produto de poupança.

Últimas notícias

Mais popular