FMI contra mais impostos sobre o privado

O chumbo do Tribunal Constitucional aos 13.º e 14.º meses de salário deve ser compensado pelo lado da despesa, diz a Troika, admitindo as metas até podem vir a ser flexibilizadas.

Nem receitas extraordinárias nem mais impostos sobre o sector privado. Para a Troika, a solução para compensar o chumbo do cortes do subsídios de Natal e de férias em 2013 deve ser encontrada do lado da despesa, considera o chefe da missão da Troika para Portugal, Abebe Selassie, citado pelo "Jornal de Negócios".

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular