Fecho de 12 urgências proposto ao Governo

A rede de urgências nacional poderá passar dos 83 serviços em funcionamento para 73. Ministério da Saúde diz que a proposta tem um "carácter consultivo" e admite que algumas sugestões "não são exequíveis".

O encerramento de 12 serviços de urgência em todo o país é a proposta mais polémica de um grupo de peritos encarregado pelo Ministério de Saúde de estudar a reforma da rede de urgências a nível nacional. O Ministério da Saúde faz questão de dizer que o documento tem "um carácter consultivo", segundo o "Público".

De acordo com a proposta fechariam as urgências Macedo de Cavaleiros, Fafe, Oliveira de Azeméis, Santo Tirso, Valongo, Peniche, Tomar, Montijo, Montemor-o-Novo, Serpa, Lagos e Loulé.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular