Concessão da Metro Sul do Tejo pode voltar ao Estado

Estudo da Ernst & Young aponta para custos de 19,7 milhões de euros se o actual Governo accionar a cláusula de resgate do contrato.

O "Jornal de Negócios" escreve que a consultora contratada pelo Governo para avaliar as parcerias público-privadas (PPP) identificou a possibilidade de a polémica concessão do Metro Sul do Tejo regressar às mãos do Estado já no próximo ano.

Se o Governo optar por essa solução - num contrato em que o tráfego tem ficado muito abaixo das previsões - terá de assumir um custo de 19,7 milhões de euros pela indemnização a pagar à concessionária.

Últimas notícias

Mais popular