Barão da droga procurado nos EUA preso na Caparica

Judiciária capturou colombiano procurado pelas autoridades norte-americanas e pela Interpol. Cúmplices abalroaram carros para tentar escapar.

O "Correio da Manhã" escreve um barão da droga colombiano procurado pela Interpol e pela DEA - agência antidroga dos Estados Unidos da América - geria o tráfico na Margem Sul do Tejo sem dar nas vistas. No entanto, uma operação-relâmpago da Polícia Judiciária permitiu desmantelar a rede liderada por Macias Nieto e apreender 340 quilos de cocaína na Costa da Caparica, em Almada.

A presença da organização criminosa em Portugal foi assinalada pela DEA através dos elementos de ligação colocados na embaixada norte-americana em Lisboa e após a localização dos suspeitos uma intervenção policial acabou por deter o grupo de cinco traficantes. A Judiciária esperou que o grupo carregasse a droga em duas carrinhas e abordou os traficantes junto a um semáforo. Alguns elementos do grupo tentaram resistir à detenção, acelerando com uma das carrinhas e abalroando quatro carros que estavam estacionados. Os fugitivos só foram travados com recurso à força física mas não foram disparados tiros nem houve feridos na operação.

Os traficantes já estão em prisão preventiva e Macias Nieto deverá ser julgado em Portugal e depois extraditado para os Estados Unidos.

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular