Duarte Lima pediu fotos do cadáver de Rosalina

Desde o primeiro instante Duarte Lima quis ter acesso a todos os documentos que existem no Brasil sobre a investigação ao assassinato de Rosalina Ribeiro, sua cliente e ex-companheira do milionário Lúcio Tomé Feteira.

Mas, o DN soube que o que está a deixar intrigada a Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro é um pedido que o advogado português fez, em Outubro de 2010, ao Instituto de Medicina Legal de Cabo Frio (onde Rosalina foi autopsiada) que é "estranho" e "inesperado".

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular