Duarte Lima estaria a preparar fuga para o Qatar

Investigação ao caso BPN suspeita que o ex-deputado tem património neste país árabe, que não tem acordos de extradição com Portugal e Brasil. Advogado continua a negar

A investigação ao caso que envolve Duarte Lima e suspeitas de burla ao BPN terá recolhido indícios de que o ex-deputado do PSD poderia fugir para um país árabe, nomeadamente para o Qatar.

Ao que o DN apurou, o juiz de instrução Carlos Alexandre aceitou o pedido de prisão preventiva feito pelo procurador Rosário Teixeira tendo em conta este dado, mais as movimentações que, em Portugal, indiciariam uma venda apressada de património. Porém, Raul Soares da Veiga, advogado de Duarte Lima, nega que o seu cliente estivesse a preparar uma fuga e, no recurso já apresentado, contesta de forma veemente a aplicação da prisão preventiva.

Para além do processo do BPN, Duarte Lima foi ontem confrontado com o envio do caso da morte de Rosalina Ribeiro para Portugal. O MP brasileiro deu o primeiro passo. Porém, tal não quer dizer que o antigo líder parlamentar do PSD venha a ser julgado imediatamente. O MP português ainda terá de avaliar se a investigação brasileira foi suficiente, de acordo com a lei portuguesa, para o acusar de homicídio.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular