Investigadores seguem rasto de suspeita do rapto

Dois anos e dois meses depois do desaparecimento da criança britânica no Algarve, surge agora uma nova pista: um mulher australiana de pouco mais de 30 anos, parecida com Victoria Beckham, é agora a principal suspeita

Uma mulher de sotaque australiano, também fluente em catalão, magra, com cabelo curto escuro, entre os 30 e 35 anos e com 1,58 m de altura. Esta foi a descrição feita pela equipa de detectives privados, contratada pelo casal Mc-Cann, da alegada raptora da sua filha, Madeleine McCann, desaparecida da Praia da Luz, em Maio de 2007.

A tese de rapto volta a ganhar força depois desta revelação feita ontem em conferência de imprensa pelo detective reformado David Edgar e pelo porta-voz do casal, Clarence Mitchell.

Ao DN, o porta-voz destacado pelo Governo britânico para essas funções, após o desaparecimento da criança, adiantou que o casal britânico "não está surpreendido" com a notícia, mas assume que o detective que lidera esta investigação não está "nem a dar nem a tirar grandes esperanças" face à possibilidade de a filha estar ainda viva. Kate e Gerry McCann têm - desde o dia em que Madeleine desapareceu - afastado sempre a tese de morte da sua filha mais velha.

Assim, a alegada raptora terá sido vista em Barcelona, onde se encontrou com dois homens ingleses dia 6 de Maio de 2007. Ou seja: três dias depois do desaparecimento da criança que, na altura, contava três anos.

Segundo uma testemunha - que diz ter permanecido no silêncio até agora por "questões pessoais" e insistiu que não se "encontrava alcoolizado" -, a mulher terá tido uma conversa com dois ingleses onde proferiu palavras suspeitas. A testemunha ficou convencida de que a mulher saberia do paradeiro da criança.

Segundo a Sky News, a dupla britânica começou por avistar a mulher na marina do Porto Olímpico de Barcelona, por volta das duas horas da manhã. Estava bem vestida, mas nervosa, saindo e reentrando constantemente num dos bares. Foi nessa altura que um dos homens, de 41 anos, teve uma breve conversa com a mulher de sotaque australiano, cujos detalhes não foram divulgados pelos investigadores. Posteriormente, a mulher foi vista a ter uma "conversa acalorada" com outra pessoa, alegadamente em espanhol, noutro bar.

A equipa de investigadores contratados pelos pais da criança acreditam que Maddie possa ter sido levada para Barcelona, por barco, após ter sido raptada no Algarve.

Clarence Mitchell não revelou a conversa mantida pela suspeita por questões de salvaguarda da investigação, mas assumiu que são dados "muito significativos" para a descoberta da verdade.

A testemunha revelou ainda que a alegada raptora teria uma fisionomia parecida à ex-spice girl, agora mulher do futebolista David Beckham, Victoria Bechkam. O retrato-robô da suspeita foi divulgado nessa mesma conferência de imprensa, ontem, em Londres.

Esta semana, a polícia de Leicestershire revelou que já gastou 750 mil libras com esta investigação.

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular