Filmagens na Luz custaram 5 mil euros

Produtora diz que documentário sobre desaparecimento de Madeleine McCann é uma "produção cara".

Entre o aluguer de cinco apartamentos e de vários quartos de uma unidade hoteleira, refeições, serviços gratificados pagos à GNR, utilização de alguns espaços privados e a aquisição de cerca de três dezenas de bilhetes de voos entre Inglaterra e Portugal, os custos das filmagens para um documentário sobre a reconstituição do desaparecimento de Madeleine Mc-Cann, ultrapassaram os cinco mil euros, apurou o DN.

Um elemento da produtora Mentorn Media, responsável pelas filmagens do documentário - que será exibido a 7 de Maio pelo Channel Four -, admitiu tratar-se de "uma produção cara, mas dentro dos valores que costumam ser pagos no Reino Unido".

Além de terem sido reservados cinco apartamentos no resort The Ocean Club, na Praia da Luz, e quartos de um hotel para alojar a comitiva inglesa, a produtora alugou o apartamento 5A daquele complexo, de onde desapareceu Maddie a 3 de Maio de 2007. Segundo o porta-voz da família Gerry McCann e outros participantes nas filmagens não receberam qualquer compensação monetária. , Clarence Mitchell, disse que os McCann lamentam "profundamente" o impacto económico negativo na Praia da Luz depois do desaparecimento da filha.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular