Hillary Clinton: EUA exigem "actos concretos" da Líbia

O anúncio de um cessar-fogo pelo governo de Muammar Kadhafi "não impressiona" os Estados Unidos, que exigem "actos concretos" da parte do regime líbio, disse hoje em Washington a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton.

"Fomos informados pela imprensa do anúncio de um cessar-fogo pelo governo líbio", disse Clinton, à margem de um encontro com o seu homólogo irlandês, Eamon Gilmore. "A situação evolui rapidamente. Não podemos deixar-nos impressionar por palavras. Temos de ver actos concretos."

Um dos actos que Washington espera é uma retirada das forças de Kadhafi para uma região "a uma distância significativa do Leste" da Líbia.

Nos últimos dias, a contra-ofensiva de Kadhafi resultou em ganhos que deixaram as suas forças próximas de Benghazi, o principal bastião dos rebeldes, no Leste da Líbia.

O Conselho de Segurança da ONU aprovou na quinta-feira uma resolução que autoriza o uso da força contra as tropas de Kadhafi, abrindo caminho a ataques aéreos sobre a Líbia.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular