O ataque ao centro de decisão militar dos Estados Unidos

Horas depois de sobre ele se ter despenhado um avião comercial, o edifício do Ministério da Defesa continuava em chamas. E uma imensa brecha era visível numa das fachadas do gigantesco complexo em forma de pentágono onde trabalham diariamente mais de 24 mil pessoas. No momento do ataque, o secretário da Defesa, Donald Rumsfeld, encontrava-se no seu gabinete, mas ficou ileso e ainda ajudou a colocar feridos nas macas. O avião embateu ainda num helicóptero e num camião de bombeiros, mas, para o aparato do ataque, o número de vítimas parece relativamente baixo: 17 feridos deram entrada nos hospitais da área de Washington.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular