Sónia Sanfona: relatório tem "todos os factos" apurados

A deputada socialista Sónia Sanfona defendeu o documento que propôs à comissão de inquérito ao BPN, afirmando que este tem na sua parte expositiva "todos os factos, matérias e dados" e que a temática se presta a "conclusões diferentes".

"A parte expositiva do relatório tem todos os factos, todas as matérias e dados importantes que a comissão conseguiu apurar. Também admito que esse exercício de retirar conclusões possa não ser unânime, possa não ser consensual", afirmou a deputada responsável pela elaboração do relatório final perante os deputados da comissão de inquérito.

A deputada admitiu que "pode haver algumas matérias que não ficaram completamente esclarecidas", ressalvando, no entanto, que "esta temática também se presta a que seja possível tirar conclusões diferentes".

Sónia Sanfona afirmou ainda existe da parte do PS abertura para acrescentar ao relatório final novas conclusões que sejam apresentadas pelos diversos deputados mas que está "pronta para defender" aquelas que incluiu no relatório e que só fará o aditamento caso concorde com o que lhe será apresentado.

Os deputados têm agora um tempo limitado, entre os 15 e os 20 minutos, para apresentarem na comissão as conclusões alternativas ao relatório, partindo então a comissão para um intervalo de uma hora, durante o qual serão apreciadas pela deputada relatora as propostas dos diferentes grupos parlamentares.

Seguir-se-á a votação do relatório final com as conclusões que a socialista Sónia Sanfona decidir acrescentar ao relatório.

NM/DN.

Lusa/fim

Últimas notícias

Mais popular