Dias Loureiro confirma que é arguido no caso BPN

Ex-conselheiro de Estado foi hoje ouvido no Ministério Público e confirmou que foi constituído arguido no caso BPN.

Dias Loureiro foi hoje ouvido no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) sobre o o seu envolvimento no caso BPN. O ex-conselheiro de Estado foi constituído arguido no processo Sociedade Lusa de Negócios/BPN.

Este processo está a ser investigado pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), chefiado pela procuradora-geral adjunta Cândida Almeida, que no início de Maio havia dito que o ex-conselheiro de Estado seria ouvido "o mais rapidamente possível".

Na altura, Cândida Almeida admitiu que a audição seria uma mais-valia para a investigação do caso BPN.

Em finais de Maio, Dias Loureiro pediu ao procurador-geral da República para ser ouvido no inquérito criminal ao caso BPN invocando o direito ao bom-nome.

Na missiva, afirma que não estranhou que o seu nome tenha sido envolvido no processo, após a nacionalização do BPN.

O PGR remeteu a carta para o DCIAP e pediu que Dias Loureiro fosse ouvido "dentro das possibilidades permitidas pela investigação em curso".

Pinto Monteiro refere ainda que "há que considerar os direitos de personalidade dos cidadãos".

Dias Loureiro já foi ouvido duas vezes em sede de comissão parlamentar de inquérito, tendo os deputados apontado várias contradições e omissões no seu depoimento.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
Pub
Pub