9830 infectados e 79 mortos devido à gripe A

Um milhar de casos suplementares de gripe A (H1N1) foram diagnosticados em 24 horas no mundo, indicou hoje a Organização Mundial de Saúde (OMS), que contabiliza 9830 pessoas infectadas e 79 mortas em 40 países.

O México (mais 545) e os Estados Unidos (mais 409) são os países que mais contribuem para o aumento de casos registados pela OMS.

Cinco novos pacientes mortos depois de terem sido infectados pelo vírus A (H1N1) foram registados naqueles dois países: quatro no México e um nos Estados Unidos, segundo as estatísticas da OMS.

O número de casos oficialmente diagnosticados no Japão passou para 159 (mais 34 em 24 horas). Os peritos da OMS seguem de perto a situação no Jpão onde a existência de um foco de contaminação autónomo justificará declarar o mundo em estado de pandemia e elevar o nível de alerta para 6 (o nível máximo).

Estados Unidos: 5123 casos, cinco mortos (contra 4714, quatro mortos)

México: 3648 casos, 72 mortos (contra 3576 casos, 68 mortos)

Canadá: 496 casos, um morto

Costa Rica: nove casos, um morto

Japão: 159 casos

Espanha: 103

Reino Unido: 102

Panamá: 59

França: 14

Alemanha: 14

Colômbia: 11

Itália: nove

Nova Zelândia: nove  

Brasil: oito

Israel: sete

China: sete

Salvador: seis

Bélgica: cinco

Chile: quatro

Coreia do Sul: três

Holanda: três

Guatemala: três

Cuba: três

Suécia: três

Finlândia: dois

Noruega: dois

Tailândia: dois

Turquia: dois

Peru: dois

Malásia: dois

Portugal: um

Áustria: um

Argentina: um

Austrália: um

Dinamarca: um

Suíça: um

Irlanda: um

Polónia: um

Equador: um

Índia: um


PAL/EJ

Lusa

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular