Opinião: O regresso à música

Desde finais da década de 90 falar de Michael Jackson raramente era sinónimo de falar... de música. Transformado em protagonista de um mediático freakshow, o cantor viu inclusivamente o seu álbum de 2001 (intitulado Invincible, mas derrotado ao primeiro round) passar a leste das atenções.

Os últimos três dias assistiram a novo circo mediático. Porém, além das notícias (a morte, o médico, a ama... ) voltou a falar-se da música. Recordaram-se telediscos na televisão. Na rádio escutam-se as canções. Os jornais evocam a discografia. E o sinal mais claro deste reencontro com o legado de Michael Jackson chega das tabelas de vendas que, das lojas digitais ao retalho tradicional, volta a ter discos como Thriller, Off The Wall, Bad, Dangerous ou antologias de êxitos entre os mais vendidos. Lembrando assim que, acima de tudo, foi um grande músico.

Do mesmo autor

Mais em Opinião

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular