Economia perde 250 milhões de euros por ano com incêndios

O impacto económico dos incêndios pode facilmente superar os 200 milhões, mas tudo depende da área ardida e das espécies arbóreas afetadas.

Cerca de 9% das exportações portuguesas resultam de atividades económicas relacionadas com a floresta e todos os anos as perdas diretas associadas aos incêndios ascendem a cerca de 250 milhões de euros, de acordo com uma estimativa de Abílio Pereira Pacheco, investigador do INESC. A média anual das perdas entre 2005 e 2014 foi de 173 milhões de euros, conforme é exposto no último relatório final (relativo a 2015) sobre incêndios, elaborado pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular