Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


FC Porto-Nacional, 1-0

Três pontos "sofridos" e um grande susto por James

por João Ruela  

Três pontos "sofridos" e um grande susto por James

Pelo segundo jogo consecutivo, Jackson garante triunfo no Dragão com um cabeceamento após um pontapé de canto. James lesionou-se e poderá falhar o clássico com o Benfica.

Jackson Martínez, sempre e só ele, assegurou este sábado a conquista de mais três pontos para o FC Porto no campeonato e manteve o registo 100% vitorioso no Dragão. Os bicampeões nacionais derrotaram o Nacional da Madeira, por 1-0, e igualaram provisoriamente os 32 pontos do Benfica, na liderança da Liga, na jornada (13.º) que antecede o importante clássico no Estádio da Luz - jogo para o qual James Rodríguez ficou em dúvida, após se ter lesionado na 13.ª vitória consecutiva no Dragão.

O FC Porto assegurou o triunfo da mesma forma que já o havia feito na última partida disputada no campeonato, frente ao Moreirense: pontapé de canto ao qual Jackson Martínez respondeu com um bom golpe de cabeça, desta vez aos 24 minutos, com a bola, cruzada por João Moutinho (sofreu um penálti não assinalado minutos antes), a bater no poste antes de passar a linha de golo. O colombiano foi mesmo o único a conseguir rematar à baliza do guarda-redes Vladan durante os primeiros 40 minutos, apesar de o Nacional da Madeira não ter conseguido esta "proeza" por nenhum jogador, algo que ilustra uma primeira parte com pouco para contar.

O intervalo chegou com um grande susto: James Rodríguez lesionou-se (possivelmente uma lesão muscular, mas ainda será reavaliado) e teve que ser substituído, ficando em dúvida para o clássico com o Benfica, agendado para 13 de janeiro. Vítor Pereira, com os jovens Sebá e Kelvin no banco, "inventou" com a entrada de Steven Defour, que ocupou o lado direito do ataque, alternando a posição com Lucho González, num 4x3x3 "manco" do lado direito. Sem James Rodríguez, a habitual dinâmica ofensiva dos dragões desapareceu.

Os timoneiros de Vítor Pereira nunca sofreram, efetivamente, grandes ameaças por parte do ataque do Nacional da Madeira (fez apenas um remate à baliza em todo o jogo), mas tiveram, uma vez mais, que gerir uma vantagem tangencial até ao final da partida. Desde 2007 que o FC Porto não vencia dois jogos seguidos por 1-0 no Dragão, agora muito por causa de uma mão cheia de grandes defesas de Vladan na segunda parte, mas a missão foi cumprida e o FC Porto igualou, à condição, os 32 pontos do Benfica, na liderança do campeonato. Os bicampeões, já se sabe, vão visitar a Luz com um jogo a menos que os rivais, que jogam domingo no Estoril.

Os dragões despediram-se de 2012 com a melhor defesa "caseira" da Europa, algo que mereceu o destaque de Vítor Pereira. "Foi um jogo difícil por não termos feito o segundo golo, para dar mais tranquilidade. Mas defensivamente somos rigorosos e praticamente não damos oportunidades de golo ao adversário", elogiou, sem justificar o porquê de ter optado por fugir ao 4x4x3 "puro" com a entrada de Defour. "Isso é um problema meu, não vou explicá-lo a ninguém", atirou, ainda sem considerar Izmailov (que muito jeito poderia ter dado aos dragões hoje...) jogador do FC Porto.


Ler Artigo Completo(Pág.1/12) Página seguinte
Patrocínio
 
3646Visualizações
1 Impressão
24Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado




6ª Jornada

Ver todos os Vídeos

6ª Jornada

Sporting - FC Porto

1-1

Estoril - Benfica

2-3

Sp. Braga - Rio Ave

3-0

Moreirense - Penafiel

0-0

Arouca - Académica

0-1

Marítimo - V. Guimarães

4-0

Boavista - Gil Vicente

3-2

V. Setúbal - Nacional

2-0

P. Ferreira - Belenenses

2-0

7ª Jornada

V. Guimarães - Boavista

03/10 20h30

Penafiel - Sporting

04/10 20h15

Gil Vicente - Estoril

05/10 16h00

P. Ferreira - Marítimo

05/10 16h00

Académica - Moreirense

05/10 16h00

Benfica - Arouca

05/10 18h00

FC Porto - Sp. Braga

05/10 18h00

Nacional - Rio Ave

05/10 19h00

Belenenses - V. Setúbal

05/10 20h15

6ª Jornada

1 - Benfica

16

2 - FC Porto

12

3 - Marítimo

12

4 - Sp. Braga

11

5 - V. Guimarães

11

6 - Rio Ave

10

7 - Sporting

10

8 - Belenenses

10

9 - P. Ferreira

8

10 - Arouca

7

11 - V. Setúbal

7

12 - Boavista

7

13 - Académica

6

14 - Moreirense

6

15 - Estoril

5

16 - Nacional

4

17 - Penafiel

4

18 - Gil Vicente

1

1.º - JACKSON MARTÍNEZ (FC Porto)

15 golos

2.º - FREDY MONTERO (Sporting)

13 golos

3.º - DERLEY (Marítimo)

12 golos

4.º - LIMA (Benfica)

11 golos

5.º - RAFAEL MARTINS (V. Setúbal)

10 golos

6.º - BEBÉ (Paços de Ferreira), HELDON (Marítimo), RODRIGO (Benfica), EVANDRO (Estoril)

9 golos

mais

PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN
Epaper



PUBLICIDADE




DN

Epaper

Epaper