Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Paços de Ferreira-FC Porto, 1-1

Melgarejo abre alas para o Sporting de Braga líder

por João Ruela  

Melgarejo abre alas para o Sporting de Braga líder

FC Porto deixa-se empatar na Mata Real e não aproveita o deslize do Benfica em Olhão. Melgarejo deu uma "ajuda" ao seu clube, mas sobretudo ao Sporting de Braga, que poderá chegar à liderança.

Uma história que começou nas luvas de Cássio, passou por uma mão cheia de oportunidades desperdiçadas pelos dragões e terminou na cabeça de Melgarejo. O FC Porto cedeu um empate a um golo na Mata Real, frente ao Paços de Ferreira, e perdeu a hipótese de deixar o Benfica a três pontos (quatro, em efeitos práticos) da liderança. O resultado agrada, para já, ao Sporting de Braga, que poderá passar para a liderança caso vença a Académica segunda feira.

Os dragões conseguiram criar inúmeras ocasiões de golo, mas voltaram a revelar um enorme desacerto na hora de finalizar - algo que Vítor Pereira lamentou e a quem Henrique Calisto ofereceu a solução: "treinar melhor a finalização." Cássio começou por negar um golo a Lucho (19'), isolado, e Janko deu-se ao luxo de falhar um golo de 'baliza aberta' poucos minutos depois, atirando ao poste, após uma assistência de Hulk, o melhor dos dragões na partida. Os pacenses, que tiveram em Michel o grande destaque no primeiro tempo - para além de Cássio -, mas sem ficar perto do golo, queixaram-se de uma grande penalidade cometida por Sapunaru sobre Luisinho, lance em que Hugo Pacheco mostrou amarelo ao defesa dos "castores".

Cássio voltou a realizar um grande jogo contra os azuis e brancos e, na verdade, nenhum jogador portista conseguiu bater o guarda redes brasileiro. O golo do FC Porto, que surgiu a abrir a segunda parte, foi obtido por Ricardo, na própria baliza, depois de um lance em que Hulk passou por Melgarejo e cruzou para o desvio do defesa pacense. Tudo parecia bem encaminhado para o FC Porto, que passou grande parte do segundo tempo à procura de "matar" a partida. Sem sucesso.

Em desvantagem, o Paços de Ferreira ameaçava criar perigo por Michel e Melgarejo, mas raramente conseguiu criar ocasiões de golos na segunda parte. Em sentido inverso, Cássio deu espetáculo na baliza dos "castores", negando por oito vezes o golo ao FC Porto, duas delas em que Hulk estava isolado e com tudo para marcar. Quem não marca sofre e Melgarejo, na única ocasião de golo criada pelo Paços na segunda parte, atirou de cabeça para o empate, na sequência de um pontapé de canto, num lance em que toda a defesa portista ficou a olhar para o jovem emprestado pelo Benfica.

Vítor Pereira e Hulk apontaram o dedo ao árbitro Hugo Pacheco no final da partida, queixando-se de uma grande penalidade sofrida pelo brasileiro, aos 66 minutos. Isolado por Moutinho, Hulk preparava-se para atirar para a baliza quando foi derrubado por Cássio. O juíz da partida mostrou cartão amarelo ao brasileiro, por ter considerado que Hulk simulou falta. "É a segunda vez que me fazem penálti e que os árbitros me dão amarelo", lembrou Hulk, enquanto Vítor Pereira sublinhou que a ineficácia dos dragões ditou o resultado final. E deixou a promessa: "O campeonato está em aberto e vai continuar assim até ao final." Por enquanto, tem a palavra o Sporting de Braga, antes da visita ao estádio da Luz.


Ler Artigo Completo(Pág.1/11) Página seguinte
Patrocínio
 
23699Visualizações
9Impressões
41Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado




7ª Jornada

Ver todos os Vídeos

7ª Jornada

V. Guimarães - Boavista

3-0

Penafiel - Sporting

0-4

Gil Vicente - Estoril

1-1

P. Ferreira - Marítimo

3-2

Académica - Moreirense

0-0

Benfica - Arouca

4-0

FC Porto - Sp. Braga

2-1

Nacional - Rio Ave

0-0

Belenenses - V. Setúbal

1-1

8ª Jornada

V. Setúbal - V. Guimarães

24/10 20h30

Moreirense - Gil Vicente

25/10 16h00

Boavista - P. Ferreira

25/10 16h00

Arouca - FC Porto

25/10 20h15

Estoril - Belenenses

26/10 16h00

Nacional - Académica

26/10 16h00

Sporting - Marítimo

26/10 18h00

Sp. Braga - Benfica

26/10 20h15

Rio Ave - Penafiel

27/10 20h00

7ª Jornada

1 - Benfica

19

2 - FC Porto

15

3 - V. Guimarães

14

4 - Sporting

13

5 - Marítimo

12

6 - Rio Ave

11

7 - Sp. Braga

11

8 - P. Ferreira

11

9 - Belenenses

11

10 - V. Setúbal

8

11 - Académica

7

12 - Moreirense

7

13 - Arouca

7

14 - Boavista

7

15 - Estoril

6

16 - Nacional

5

17 - Penafiel

4

18 - Gil Vicente

2

1.º - JACKSON MARTÍNEZ (FC Porto)

15 golos

2.º - FREDY MONTERO (Sporting)

13 golos

3.º - DERLEY (Marítimo)

12 golos

4.º - LIMA (Benfica)

11 golos

5.º - RAFAEL MARTINS (V. Setúbal)

10 golos

6.º - BEBÉ (Paços de Ferreira), HELDON (Marítimo), RODRIGO (Benfica), EVANDRO (Estoril)

9 golos

mais

PUB

Especiais

Recuar
Avançar
EntrepostoCRP SemanaCliente - DN 300x100
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN



PUBLICIDADE




DN

Epaper

Epaper