Usain Bolt: "Sou uma lenda e o melhor atleta vivo"

Velocista jamaicano considera que já não tem que provar mais nada a ninguém e que mostrou ao mundo que é "o melhor." Ao nível dele, avalia, só Michael Johnson.

Usain Bolt voltou a mostrar que a sua velocidade é tão grande quanto a sua auto-estima. O atleta jamaicano, o primeiro bicampeão olímpico a repetir o ouro nos 100 e 200 metros, não poupou nos elogios... a si próprio.

"Foi uma época difícil e fiz o que tinha a fazer. Vim aqui para ganhar. Sou uma lenda e também o melhor atleta vivo.Já não tenho mais nada a provar. Mostrei ao mundo que sou o melhor e agora só quero divertir-me. Os 200 metros foram mais duros do que pensava", destacou Bolt, depois de ter terminado os 200 metros com um tempo de 19.32s.

O detentor do recorde mundial (19.19s) deixou a impressão de que poderia ter atingido a melhor marca de sempre, mas perdeu velocidade nos últimos metros. "Concentrei-me na curva. Sabia que o recorde do mundo era possível mas não fui rápido na saída da curva", lamentou, apesar de considerar que está "na mesma categoria que Michael Johnson", lendário sprinter que arrecadou quatro "ouros" olímpicos e o dobro em Mundiais de Atletismo.

A Usain Bolt resta tentar garantir o "tri" para a Jamaica, quando a final dos 4x100 metros estafetas se realizar sábado, dia 11 de agosto. Para hoje, sexta-feira, ainda há as rondas de qualificação, nas quais Bolt, Blake e companhia não deverão sentir problemas.

Últimas notícias

Mais popular