Mudança para Inglaterra a pensar na F1

António Félix da Costa, piloto português de 21 anos, conta em primeira mão ao DN que irá morar, a partir desta semana, em Inglaterra. Ficará, assim, ainda mais focado no objetivo Fórmula 1.

António Félix da Costa revela, em entrevista ao DN, que irá igualmente, muito em breve, começar a fazer simulador da Fórmula 1 com a Red Bull, escuderia austríaca à qual está contratualmente ligado por um período de cinco anos.

O piloto português de 21 anos, natural de Cascais, foi o terceiro classificado da geral do campeonato GP3 Series, neste ano de 2012, tendo ganho três provas e lutado, até ao útimo fim-de-semana da competição, pelo título de campeão.

Na World Series By Renault, em 2012, participou numa pequena parte do campeonato e obteve um triunfo. Em 2013, António Félix da Costa irá cumprir, na totalidade, o campeonato da World Series By Renault com o objetivo de, em 2014, ingressar finalmente na Fórmula 1 (F1), a categoria (classe) máxima do automobilismo mundial.

Nesta entrevista ao DN, o jovem e talentoso piloto português apela, também, ao apoio das marcas portuguesas na sua carreira no mundo automóvel. "Gostava, um dia, de poder entrar na Fórmula 1 com o nome de Portugal associado à minha pessoa. Sou patriota e gosto muito do meu País", frisou.

Por agora, e já esta semana, António Félix da Costa irá morar para Inglaterra, para bem perto das instalações da fábrica da escuderia austríaca Red Bull. Inicialmente, foi a Red Bull quem sugeriu a ideia ao piloto português. Junto da Red Bull, António Félix da Costa, que gostava, um dia mais tarde, num futuro a médio/longo prazo, de "fazer um Dakar de moto", estará ainda mais focado na sua grande meta em termos profissionais no imediato: chegar à Fórmula 1 em 2014.

Últimas notícias

Mais popular