'Motard' italiano morre em prova ganha por português

Bianchi Prata venceu a Baja Carpathia graças ao primeiro lugar no prológo. A prova foi depois anulada devido à morte de Andrea Brunod.

O motard italiano Andrea Brunod morreu este domingo, aos 41 anos, em consequência de um grave acidente na primeira especial da Baja Carpathia, ganha por Bianchi Prata, informou a assessoria de imprensa do piloto português.

Bianchi Prata, que no sábado se tinha imposto no prólogo, venceu também este domingo a segunda etapa, disputada nos arredores da cidade de Stalowa Wola, na Polónia, mas a especial foi anulada e a terceira etapa da prova pontuável para o Europeu de bajas de 2012 foi cancelada pela organização.

"Quando cheguei ao final, disseram-me que tinha havido um grave acidente e um piloto de moto tinha morrido. Nem que queria acreditar que um piloto, um amigo, um ser humano, com quem estive a conversar duas horas antes, estava morto. Nesse momento, tudo deixa de ter importância e só pensamos o quanto frágeis somos e que os riscos que corremos não compensam", disse Bianchi Prata.

Apesar de a segunda especial, na extensão de 88,65 quilómetros, ter sido anulada, o motard português venceu na classe B1 e na classificação geral, graças ao primeiro lugar conquistado no prólogo.

"Mal arranquei de manhã percebi que ia ser um dia muito perigoso para as motos. Caminhos de areia muito rápidos, cheios de raízes alternados com caminhos de erva alta, também cheios de raízes, foram uma constante. Não víamos onde a moto passava e a velocidade no meio das árvores era muita. Andei cauteloso nessas partes e rápido nas partes em que me sentia seguro", observou Bianchi Prata.

A próxima prova pontuável para o Campeonato da Europa de bajas vai realizar-se na Hungria, entre 24 e 26 de agosto.

Últimas notícias

Mais popular