Ronaldo será a arma secreta no clássico em que Messi é o senhor dos recordes

Escaldante Barcelona-Real Madrid abre esta noite (21.00) a temporada futebolística
de Espanha. Português deverá ser lançado na segunda parte. Argentino é o melhor marcador de sempre do duelo

O pontapé de saída da temporada futebolística de Espanha vai ser dado esta noite (21.00), com o autêntico caldeirão de Camp Nou a fervilhar com perto de 100 mil espectadores e vários ingredientes de luxo: os dois melhores jogadores do mundo da última década, duas das melhores equipas do planeta (se não mesmo as melhores) e uma rivalidade centenária que vai além das quatro linhas e das barreiras do desporto.

Em mais um duelo entre Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, o primeiro surge com protagonismo reforçado após a saída de Neymar (ver caixa) e entrará em campo a gozar o estatuto de melhor marcador de sempre em clássicos, com 24 golos - mais seis do que Di Stéfano e oito do que CR7. La pulga também é o jogador com mais assistências (13) e um dos cinco a apontar dois hat-tricks nos jogos entre os rivais , embora já não marque ao Real Madrid em Camp Nou há 1771 dias, quando bateu Casillas. "Vejo-o muito bem, muito concentrado e a fazer uma grande pré-época de todos os pontos de vista e esperamos que esteja no seu melhor nível", afirmou Ernesto Valverde, que se vai estrear oficialmente como treinador do Barcelona, devendo apostar em Gerard Deulofeu para fazer companhia a Suárez e Messi no ataque.

Se em relação ao onze do Barça há muitas certezas - Nélson Semedo deverá ser suplente e André Gomes não foi convocado -, no do Real o que não faltam são dúvidas. Em comparação com a equipa que iniciou a partida da Supertaça Europeia, na quarta-feira, diante do Manchester United (2-1), Zinédine Zidane não vai poder contar com Modric - a cumprir castigo relativo a... 2014 -, mas já terá Cristiano Ronaldo com melhores índices físicos. A imprensa espanhola tem avançado com várias possibilidades, como a coexistência entre Isco e o trio BBC (Bale, Benzema e Cristiano), mas a hipótese mais provável é a inclusão de Kovacic no meio-campo e a suplência de Cristiano Ronaldo. Zidane não abre o jogo, e diz que "Cristiano está pronto para jogar". "Está muito bem. Teve férias, está connosco há apenas uns dias, mas fisicamente tem trabalhado muitíssimo e está pronto", adiantou o francês.

Contudo, o diário desportivo espanhol Marca, sempre muito bem informado sobre a realidade merengue, escreve que o internacional português deverá "jogar 45 minutos e que o mais provável é que os dispute na segunda parte, quando o encontro se decidir e a defesa do Barcelona estiver mais castigada". "Na partida da segunda volta (quarta-feira, 22.00), no Bernabéu, a sua presença será incrementada", acrescenta o periódico de Madrid.

Com ou sem CR7 de início, o defesa blaugrana Gerard Piqué acredita que a Supertaça se vai decidir na 2.ª mão, e espera dar continuidade a um registo impressionante da sua equipa: 23 clássicos consecutivos sempre a marcar.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Desporto
Pub
Pub