FC Porto derrapa na Luz e complica contas pelo título

Um golo de Pedro Pereira deu hoje a vitória ao Benfica diante do FC Porto (28-27), em jogo da nona jornada da fase final do campeonato nacional de andebol, complicando as contas dos 'dragões' na luta pelo título.

O triunfo dos 'encarnados' aconteceu mesmo ao 'cair do pano', depois de um jogo em que estiveram praticamente sempre na frente do marcador, exceto nos primeiros quatro minutos.

Depois do empate do Sporting diante do Madeira SAD (30-30), o FC Porto deslocou-se a Lisboa sem possibilidade de se sagrar campeão nesta jornada, contudo, nunca apresentou verdadeiros argumentos para levar de vencida um Benfica que, esta tarde, primou pela organização tática e capacidade psicológica para nunca ceder à pressão dos 'azuis e brancos'.

Este resultado adia tudo para a última jornada desta fase final, com o Benfica a medir forças com o líder Sporting e o FC Porto a receber o Águas Santas, em jogos agendados para 31 de maio.

Numa primeira parte muito equilibrada, o FC Porto entrou melhor no encontro, mas, aos quatro minutos, o Benfica adiantou-se no marcador (3-2) e não mais largou a vantagem até ao intervalo (16-14), beneficiando da 'mão quente' do lateral-esquerdo Uelington Ferreira, que marcou cinco golos na primeira parte.

Os 'dragões' estiveram perto de fazer a reviravolta, aos 18 minutos, quando o marcador registou uma igualdade a nove golos, mas os comandados de Ricardo Costa não conseguiram sacudir a pressão, cometendo vários erros no capítulo defensivo e que não tiveram volumetria maior, porque o guarda-redes Hugo Laurentino estava numa excelente tarde.

Na segunda parte, o FC Porto ainda deu ideia de que poderia inverter a tendência do jogo, mas a organização tática dos 'encarnados', mesmo com a rotação dos jogadores, foi suficiente para anular as ações dos 'dragões'. Por três ocasiões os comandados de Ricardo Costa tiveram a oportunidade de chegar à vantagem (19-19, 25-25 e 27-27), mas não conseguiram desfeitear o Benfica.

No último segundo do jogo, quando o marcador apontava o 28-27, Tiago Pereira fez falta sobre Miguel Martins, ficando a ideia que ficou por marcar um livre de sete metros.

Jogo no Pavilhão n.º 2 do Estádio da Luz.

Benfica - FC Porto, 28-27.

Ao intervalo: 16-14.

Sob a arbitragem de Fernando Costa e Diogo Teixeira, as equipas alinharam e marcaram:

- Benfica: Hugo Figueira, Davide Carvalho (2), João Pais (2), Belone Moreira (2), Paulo Moreno (4), Uelington Ferreira (6), Alexandre Cavalcanti (5), Nikola Mitrevski, Hugo Lima (2), Tiago Pereira (1), David Pinto, André Alves (1), Fábio Vidrago (2) e Jernej Papez (1).

Treinador: Mariano Ortega.

- FC Porto: Hugo Laurentino, Yoel Morales (2), Rui Silva (1), Daymaro Salina, José Carrillo (5), António Areia, Marko Matic (5), Alfredo Quintana, Leandro Semedo (1), Nikola Spelic, Gustavo Rodrigues (2), Miguel Martins (2), Ricardo Moreira (3) e Alexis Borges (6).

Treinador: Ricardo Costa.

Marcha do marcador: 3-2 (05 minutos), 6-3 (10), 8-7 (15), 10-9 (20), 12-11 (25), 16-14 (intervalo), 18-17 (35), 20-19 (40), 23-21 (45), 24-22 (50), 27-26 (55) e 28-27 (resultado final).

Assistência: Cerca de 1.000 espetadores.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Desporto
Pub
Pub