Fernando Gomes disponível para colaborar com a Liga

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) defendeu esta quinta-feira "regras de transparência" nos empréstimos entre clubes do mesmo escalão, mas considerou abrupta a decisão de proibir cedências.

Fernando Gomes considera que esta decisão "significa uma inversão completa do que vinha sendo prática comum", e acrescenta que "ainda por cima numa altura crucial da construção dos plantéis e que poderá, desta forma, prejudicar o desenvolvimento do futebol nacional, atingindo principalmente atletas de nacionalidade portuguesa".

O líder federativo disse ainda, em declarações à agência Lusa, que a FPF está disponível, em conjunto com a Liga, para encontrar uma solução mais equilibrada "e que melhor sirva os interesses do futebol, dos clubes e das seleções, num ano de particulares dificuldades económicas", ainda que a Federação não tenha competências nesta matéria.

A decisão de proibir empréstimos de atletas entre clubes do mesmo escalão foi aprovada a 28 de junho pela Assembleia-Geral da Liga. O Benfica já recorreu da decisão para o Conselho de Justiça da Federação, tendo alegado uma hipotética violação do regulamento de transferências da FIFA.

Últimas notícias

Mais popular