Wenger irritado com André Santos por troca de camisolas

O treinador do Arsenal repreendeu André Santos por este ter trocado de camisola com Van Persie, no jogo com o Manchester United. Wenger poderá afastar o brasileiro no próximo desafio.

André Santos, lateral esquerdo do Arsenal, tornou-se o alvo das críticas dos gunners, depois de ter trocado de camisola, ao intervalo, com o ex-companheiro de equipa Robin Van Persie, na derrota com o Manchester United por 2-1, no passado sábado em Old Trafford (Premier League).

O avançado holandês, Van Persie, alinhou pelos londrinos durante oito épocas, trocando o Arsenal pelo Manchester United no último defeso. Consequentemente, tornou-se "vilão" para os adeptos do Arsenal. No último embate entre os dois clubes, Van Persie contribuiu para a vitória dos red devils, com um golo logo aos três minutos.

Segundo a imprensa inglesa, a troca de camisolas entre o brasileiro e o holandês valeu a André Santos uma repreensão por parte do treinador Arsène Wenger, que fez questão de não esconder o seu descontentamento. O jornal Daily Mirror noticia, igualmente, que o técnico estará disposto a deixar de fora da lista de convocados o brasileiro André Santos no jogo da próxima terça-feira frente aos alemães do Schalke 04, para a Liga dos Campeões.

Além da ira dos adeptos, também Ray Parlour, ídolo dos gunners, fez questão de comentar o sucedido. "Foi uma piada. Eu não teria feito isso. No intervalo, o André deveria estar concentrado no jogo dele, já que estava a viver um pesadelo", realçou o antigo jogador dos gunners.

Nesta segunda-feira, a imprensa britânica avançou ainda que Arsène Wenger estará interessado em contratar no mercado de inverno Yohann Goucuff, médio ofensivo do Olympique de Lyon. O presidente do clube francês, Jean-Michel Aulas, admitiu que necessita de 30 milhões de euros, com a venda de jogadores, o que poderá facilitar o negócio que anteriormente tinha falhado.

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular