México surpreende Brasil e vence o ouro em Wembley

Os mexicanos venceram a seleção canarinha por 2-1, inaugurando o marcador com o golo mais rápido de toda a história dos Jogos Olímpicos. Hulk ainda marcou, mas os brasileiros continuam sem vencer o ouro no torneio de futebol da competição.

A seleção mexicana de futebol surpreendeu na final do torneio olímpico e venceu o Brasil por 2-1. Depois de o Oribe Peralta marcar para o México o golo mais rápido de sempre num encontro dos Jogos Olímpicos, aos 28 segundos, o mesmo jogador aumentou a vantagem aos 75 minutos.

Nem o avançado do FC Porto Hulk, que entrou na segunda parte e nos descontos ainda reduziu para 2-1, conseguiu evitar que o Brasil ficasse novamente longe do ouro olímpico, um título que a canarinha nunca conquistou. Nos Jogos de Los Angeles de 1984 e nos de Seul em 1988, o Brasil foi medalha de prata, igualando o resultado deste sábado em Londres. Mais recentemente, os brasileiros chegaram ao bronze em 1996 em Atlanta e em 2008 em Pequim.

O México ganhou a primeira medalha num torneio de futebol olímpico, tendo apenas chegado ao quarto lugar quando jogou em casa em 1968, nos Jogos Olímpicos da Cidade do México.

A equipa de Mano Menezes começou a partida com: Gabriel; Rafael (Lucas, 85'), Thiago Silva, Juan e Marcelo; Rômulo, Sandro (Pato, 71'), Oscar e Alex Sandro (Hulk, 32'); Neymar e Leandro Damião.

Do lado do México, o onze inicial foi: Corona; Jimenez (Vidrio, 81'), Mier, Reyes e Chávez; Salcido e Enríquez; Herrera, Fabián e Aquino (Ponce, 57'); Peralta (Jimenez, 86').

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular