Vítor Pereira relembra derrota sofrida em Barcelos

O treinador do FC Porto conta com um jogo complicado frente ao Gil Vicente, à semelhança do que aconteceu na época passada, no encontro que marca a estreia dos dragões na I Liga de futebol.

Vítor Pereira recordou as dificuldades tradicionalmente impostas pelo Gil Vicente e a preparação a meio gás. "Ainda está bem vivo na nossa memória o jogo do ano passado. Não fizemos um campeonato sem derrotas porque perdemos com o Gil Vicente e na altura atribui mérito à equipa de Barcelos", referiu.

O treinador dos dragões espera, a exemplo do que se verificou na última época, que o Gil Vicente vá procurar jogar de forma compacta, com as linhas fechadas e a explorar os erros nas transições e os lances de bola parada.

"Toda a gente se lembra da forma como perdemos lá (3-1), mas não me quero alongar mais", adiantou Vítor Pereira, deixando nas entrelinhas as críticas formuladas na altura pelos dragões à atuação da equipa de arbitragem liderada por Bruno Paixão.

O treinador, apesar de considerar que as vitórias e a conquista da Supertaça reforçaram a confiança da equipa, lamentou que na semana de início da I Liga não pudesse contar com 16 jogadores, por se encontrarem ao serviço das respetivas seleções.

"Sinceramente, acho lamentável, mas é a realidade dos clubes grandes e temos que viver com isto. Posso estar para aqui a emitir a minha opinião, mas não vale nada, porque vai voltar a acontecer", explicou.

Vítor Pereira recordou que só hoje é que contou com todos os jogadores na sessão de preparação, que alguns chegaram cansados e que o treino de sábado será o único para aferir da real condição física de todos.

"Claro que isto não serve de justificação, porque temos que ir a Barcelos para ganhar e esse é o nosso objetivo", acrescentou.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular