Três pontos "sofridos" e um grande susto por James

Pelo segundo jogo consecutivo, Jackson garante triunfo no Dragão com um cabeceamento após um pontapé de canto. James lesionou-se e poderá falhar o clássico com o Benfica.

Jackson Martínez, sempre e só ele, assegurou este sábado a conquista de mais três pontos para o FC Porto no campeonato e manteve o registo 100% vitorioso no Dragão. Os bicampeões nacionais derrotaram o Nacional da Madeira, por 1-0, e igualaram provisoriamente os 32 pontos do Benfica, na liderança da Liga, na jornada (13.º) que antecede o importante clássico no Estádio da Luz - jogo para o qual James Rodríguez ficou em dúvida, após se ter lesionado na 13.ª vitória consecutiva no Dragão.

O FC Porto assegurou o triunfo da mesma forma que já o havia feito na última partida disputada no campeonato, frente ao Moreirense: pontapé de canto ao qual Jackson Martínez respondeu com um bom golpe de cabeça, desta vez aos 24 minutos, com a bola, cruzada por João Moutinho (sofreu um penálti não assinalado minutos antes), a bater no poste antes de passar a linha de golo. O colombiano foi mesmo o único a conseguir rematar à baliza do guarda-redes Vladan durante os primeiros 40 minutos, apesar de o Nacional da Madeira não ter conseguido esta "proeza" por nenhum jogador, algo que ilustra uma primeira parte com pouco para contar.

O intervalo chegou com um grande susto: James Rodríguez lesionou-se (possivelmente uma lesão muscular, mas ainda será reavaliado) e teve que ser substituído, ficando em dúvida para o clássico com o Benfica, agendado para 13 de janeiro. Vítor Pereira, com os jovens Sebá e Kelvin no banco, "inventou" com a entrada de Steven Defour, que ocupou o lado direito do ataque, alternando a posição com Lucho González, num 4x3x3 "manco" do lado direito. Sem James Rodríguez, a habitual dinâmica ofensiva dos dragões desapareceu.

Os timoneiros de Vítor Pereira nunca sofreram, efetivamente, grandes ameaças por parte do ataque do Nacional da Madeira (fez apenas um remate à baliza em todo o jogo), mas tiveram, uma vez mais, que gerir uma vantagem tangencial até ao final da partida. Desde 2007 que o FC Porto não vencia dois jogos seguidos por 1-0 no Dragão, agora muito por causa de uma mão cheia de grandes defesas de Vladan na segunda parte, mas a missão foi cumprida e o FC Porto igualou, à condição, os 32 pontos do Benfica, na liderança do campeonato. Os bicampeões, já se sabe, vão visitar a Luz com um jogo a menos que os rivais, que jogam domingo no Estoril.

Os dragões despediram-se de 2012 com a melhor defesa "caseira" da Europa, algo que mereceu o destaque de Vítor Pereira. "Foi um jogo difícil por não termos feito o segundo golo, para dar mais tranquilidade. Mas defensivamente somos rigorosos e praticamente não damos oportunidades de golo ao adversário", elogiou, sem justificar o porquê de ter optado por fugir ao 4x4x3 "puro" com a entrada de Defour. "Isso é um problema meu, não vou explicá-lo a ninguém", atirou, ainda sem considerar Izmailov (que muito jeito poderia ter dado aos dragões hoje...) jogador do FC Porto.

Filme do jogo:

90+3' Final do jogo! O FC Porto vence o Nacional, por 1-0, golo de Jackson Martínez, e iguala, à condição, os 32 pontos do Benfica, na liderança da Liga.

90+1' Cartão amarelo para Fernando e novo pontapé livre para o Nacional.

90' Substituição no FC Porto. Saiu Lucho González e entrou André Castro.

88' Cartão amarelo para João Aurélio, por falta sobre Kelvin.

85' Defesa de Helton, após pontapé livre de Isael.

84' Sofrimento até ao final no Dragão: o FC Porto recua no terreno e o Nacional conquista lances de bola parada.

80' Jackson Martínez apresenta algumas queixas físicas. Momentos de preocupação e tensão no Dragão.

77' Que perdida do FC Porto! Vladan foi decisivo, ao defender os remates de Defour e Lucho González de forma categórica, mas na recarga Jackson Martínez, a três metros do alvo, atirou para as "nuvens",

74' Cartão amarelo para Mexer, por falta sobre Jackson.

72' Substituição no FC Porto. Saiu Silvestre Varela e entrou Kelvin. Vítor Pereira, um adepto do 4x3x3, abdica de extremos "puros".

69' Danilo quase permitia uma situação de 3x1 do Nacional da Madeira, mas foi a tempo de corrigir um erro defensivo.

68' O FC Porto corre os riscos próprios de quem ainda não conseguiu "matar" o jogo. O Nacional ainda não fez nada que justificasse um golo, mas a ameaça permanece de pé.

66' Mal, Jackson Martínez, que adiantou muito a bola e permitiu que Vladan chegasse primeiro ao "esférico", quando estava em boa posição para finalizar.

66' Substituição no Nacional. Saiu Diego Barcellos e entrou Isael.

65' Vladan evita o 2-0 do FC Porto, após remate cruzado de Steven Defour.

63' O FC Porto tem o jogo controlado, mas a qualquer momento o Nacional poderá ter uma oportunidade para desfazer a vantagem tangencial dos portistas, improdutivos nesta segunda parte.

60' Pontapé forte de Lucho González, mas para Vladan encaixar.

56' Substituição no Nacional. Saiu Revson e entrou Claudemir.

55' Remate de João Moutinho, para defesa de Vladan.

53' Cartão amarelo para Moreno, por derrubar João Moutinho.

49' Primeira defesa de Helton na partida, depois de um cruzamento de Keita que ia direto para a baliza.

49' Primeiro remate do Nacional em todo o jogo: Keita atirou para a bancada.

48' Defour é quem aparece, para já, no lado direito do ataque portista, ainda que não vá ser uma posição "estática". Tudo dependerá da dinâmica do futebol portista, uma vez que Lucho também aparece muitas vezes naquele flanco, que também contará com a profundidade de Danilo.

46' Início da segunda parte! Bola para o FC Porto.

- Substituição no Nacional. Saiu Mihelic e entrou Keita.

- Substituição no FC Porto. Saiu James Rodríguez e entrou Steven Defour.

45+2' Intervalo no Dragão. A história da primeira parte resume-se ao cabeceamento certeiro de Jackson Martínez, aos 24 minutos, após canto de Moutinho, e a duas grandes defesas de Vladan nos últimos minutos, tendo negado golos colombianos. James Rodríguez lesionou-se à beira do intervalo e Vítor Pereira terá que mudar as coisas para a segunda parte.

45+1' Steven Defour só entrará ao intervalo, isto porque Vítor Pereira mandou "congelar" a substituição.

45' É Steven Defour quem aquece para substituir o colombiano. Kelvin e Sebá são as alternativas de "raiz", mas será o belga a entrar para uma variante de 4x4x2.

45' Sinal dado para o banco de suplentes: James Rodríguez está lesionado.

44' Vladan defende um remate forte de Danilo, no mesmo lance em que James Rodríguez parece ter ficado lesionado.

42' Vladan nega o golo a James Rodríguez! O colombiano encontrou espaço na zona central para rematar colocado, mas o guarda-redes voou para uma grande defesa.

41' Jackson quase fazia o 2-0! Com um remate a uns bons 35 metros da baliza, depois de Vladan ter saído da baliza para efetuar um corte, o colombiano viu o guarda-redes dos insulares voar para uma grande defesa, quase em cima da linha de baliza.

38' O FC Porto controla o jogo, perante a incapacidade dos insulares em chegar, pelo menos, perto da grande área da baliza de Helton. Os dragões não estão, porém, de todo, a fazer uma exibição empolgante, ilustrada por um único remate enquadrado com o alvo.

35' Remate de Danilo, já dentro da grande área, muito ao lado do alvo.

33' Lucho González desperdiça! Jackson assiste Lucho González de cabeça, para o médio argentino parar a bola com o peito e, de primeira, atirar por cima do alvo.

30' FC Porto com 68% de posse de bola e com um único remate enquadrado com o alvo. Para já, está a ser suficiente, até porque os dragões não estão a produzir muito mais.

27' O Nacional da Madeira não consegue sair para o ataque e continua recuado no seu meio-campo. Os dragões não têm criado reais lances de perigo de bola corrida, mas já estão em vantagem.

24' GOLO DO FC PORTO! JACKSON MARTÍNEZ FAZ O 1-0! Só poderia ser ele: no primeiro remate do FC Porto à baliza, o colombiano saltou mais alto que a defesa do Nacional, após um canto de Moutinho, e atirou de cabeça para o fundo das redes, com a bola a bater no poste e a entrar.

21' Os dragões estão a conseguir encontrar espaço entre os centrais e os laterais do Nacional, mas não a incomodar o guarda-redes Vladan. Danilo e Alex Sandro têm via livre para atacarem pelos flancos.

19' Nacional fica perto do golo, com Mario Rondon a não chegar, por pouco, a um desvio ao segundo poste.

17' Os jogadores continuam a escorregar minuto a minuto no relvado. Uma insegurança que poderá inibir a qualidade das duas equipas.

15' Tentativas de remates de Danilo e James Rodríguez, mas ambas devolvidas pelos defesas do Nacional. O FC Porto ainda não atirou à baliza.

13' Os jogadores do FC Porto estão a escorregar muitas vezes no recém-inaugurado relvado do Dragão.

10' Penálti por assinalar a favor do FC Porto. O defesa do Nacional toca primeiro na bola, é certo, mas a bola continuou no raio de ação de João Moutinho, que acabou por ser rasteirado. O árbitro Rui Costa, "em cima" do lance, nada assinalou.

8' Dragões ainda sem ideias para "furar" a defesa insular. Há pouco espaço para jogar e, face à circulação de bola algo lenta do FC Porto, torna-se difícil atacar a baliza de Vladan.

4' FC Porto ao ataque e a fazer circulação de bola no meio-campo do Nacional, à procura de um espaço que "rasgue" a cerrada defesa insular.

1' O guarda-redes Helton lesionou-se no aquecimento e chegou a ser transmitida a ideia de que seria Fabiano o titular, mas o brasileiro recuperou e surge entre os postes.

1' Rui Costa apita para o início de jogo! Bola para o Nacional.

FC PORTO: Helton; Danilo, Otamendi, Mangala, Alex Sandro; Fernando, João Moutinho, Lucho González; James Rodríguez, Silvestre Varela e Jackson Martínez.

NACIONAL: Vladan; João Aurélio, Miguel Rodrigues, Mexer, Marçal; Moreno Revson; Mihelic, Diego Barcellos, Daniel Candeias; Mario Rondon.

Atrasado (em três pontos e um jogo) em relação ao Benfica, o FC Porto poderá recuperar este sábado, à condição, o ceptro do campeonato, ainda que parece isso tenha que superar a "besta negra" do Dragão. O Nacional da Madeira, equipa que mais vezes (três) venceu na condição de visitante no Dragão, defronta os bicampeões nacionais a partir das 20.30, na jornada (13.ª) que antecede a deslocação da equipa portista ao Estádio da Luz.

No primeiro jogo oficial de 2013, os dragões apresentam-se com várias lacunas no ataque, embora todas elas de "segunda linha", (Kléber lesionado, Iturbe na Argentina e Atsu a caminho do CAN) que forçaram Vítor Pereira a recorrer aos jovens brasileiros Sebá e Dellatorre, da equipa B, para completar a convocatória. James Rodríguez, porém, está de regresso após lesão para completar o tridente ofensivo com Varela e Jackson Martínez, frente a um adversário que Vítor Pereira já bem conhece esta temporada: os dragões já venceram duas vezes na Choupana, primeiro na Taça de Portugal (0-3) e, depois, na Taça da Liga (0-2).

Destaque para o facto de os dragões não terem sofrido golos nos últimos cinco jogos ante o Nacional, registo que combina com o recorde de o Dragão ter tido o melhor registo defensivo de toda a Europa em 2012: apenas dois golos sofridos no campeonato, em jogos em casa. Única equipa que venceu todos os jogos em casa esta temporada, o FC Porto tenta dar continuidade ao imaculado registo no Dragão, frente a um Nacional que é 11.º e que tenta aproximar-se dos lugares "europeus", depois de não ter conseguido contrariar a supremacia portista na Choupana. A partida terá arbitragem de Rui Costa.

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular