Ola John diz que não cometeu qualquer erro

A reação de Jorge Jesus no final do jogo com a Juventus, de dedo em riste em direção a Ola John, não atemorizou o holandês que não se sente responsável pelo golo da Juventus e que vê a repreensão do técnico como algo de normal

O que ficou do jogo Benfica-Juventus? Para além do empate 1-1 vai restar na memória das pessoas a reação de Jorge Jesus no final do encontro, de dedo em riste em direção ao surpreendido Ola John. Parece que o treinador responsabilizava o reforço pelo golo sofrido mesmo na parte final do encontro.

Nesta quinta-feira Ola John tentou desvalorizar o que se passou. "É uma situação normal, estou aqui para crescer como jogador e para melhorar. O treinador mostrou-me o que eu tinha feito mal. É normal. O futebol está cada vez mais duro e não foi nada de pessoal do treinador para comigo. Durante um jogo fica-se nervoso, mas a conversa foi normal. Foi uma conversa normal e aprendi com ela. Se reconheço que cometi um erro? Não, não. O treinador mostrou-me os aspetos em que posso melhorar o meu jogo, apenas isso. O golo da Juventus não foi culpa minha", disse o holandês numa sessão de autógrafos realizada na Praça dos Restauradores, em Lisboa, na qual esteve acompanhado por Salvio e Paulo Lopes.

Mas só Ola John teve permissão para falar. E foi também ele, surpreendentemente ou não, a receber maior calor humano por parte dos adeptos.

Últimas notícias

Mais popular