Luisão suspenso dois meses

O jogador do Benfica conheceu, esta sexta-feira, o castigo imposto pelo Conselho de Disciplina da FPF.

Luisão foi condenado a dois meses de suspensão e ao pagamento de uma multa de 2550 euros, por se ter considerado que o jogador agrediu o árbitro Christian Fischer, no jogo particular entre Benfica e Fortuna Dusseldorf, a 11 de agosto.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) não considerou que a agressão tenha sido de "especial gravidade", o que poderia deixar Luisão fora das competições até três anos, e fixou o castigo no mínimo possível - dois meses.

Fica ainda por saber se o castigo se aplica só a competições nacionais ou se o capitão encarnado também vai falhar os quatros jogos da Liga dos Campeões previstos para esse período.

Ao que tudo indica, os conselheiros terão tido em conta atenuantes favoráveis a Luisão. Agora, a FPF está obrigada a comunicar à FIFA, organismo que tutela o futebol mundial, a decisão.

Este castigo teve por base o artigo 145 do Regulamento Disciplinar das Competições Organizadas pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional

Artigo 145.º

Agressões

1. São punidas nos termos das alíneas seguintes as agressões praticadas pelos jogadores contra os membros dos órgãos da estrutura desportiva, elementos da equipa de arbitragem, observadores, delegados da Liga, dirigentes ou delegados ao jogo de outros clubes, agentes de segurança pública, e treinadores:

a. No caso de agressão que determine lesão de especial gravidade, com a sanção de suspensão a fixar entre o mínimo de três meses e o máximo de três anos e, acessoriamente, com a sanção de multa de montante a fixar entre o mínimo de 50 UC e o máximo de 250 UC;

b. Noutros casos de agressão, com a sanção de suspensão a fixar entre o mínimo de dois meses e o máximo de dois anos e, acessoriamente, com a sanção de multa de montante a fixar entre o mínimo de 25 UC e o máximo de 125 UC.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular