Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Vit. Guimarães-Benfica, 0-1

Benfica vence jogo de "nervos" em Guimarães

por João Ruela  

Benfica vence jogo de "nervos" em Guimarães
Fotografia © Reuters

Cardozo, a meias com Marco Matías, fez o golo do difícil triunfo do Benfica em Guimarães, que aproxima as águias dos lugares cimeiros da I Liga. Jesus acabou o jogo a separar a polícia dos adeptos.

O Benfica somou a terceira vitória consecutiva, série que já não alcançava desde abril, ao bater o Vitória de Guimarães por 1-0, no Estádio D. Afonso Henriques, em jogo da 5.ª jornada da I Liga, numa das mais emotivas partidas do campeonato até ao momento. Oscar Cardozo fez, a meias com Marco Matías, o golo do triunfo encarnado no Minho, que para já vale a subida isolada ao 4.º lugar da classificação.

Jorge Jesus repetiu o "onze" que se estreou a vencer na Liga dos Campeões, mas as dificuldades (e a agressividade vimaranense) encontradas em Guimarães foram imensas. Os pupilos de Rui Vitória promoveram uma primeira parte de grande equilíbrio, em que as oportunidades de golo foram poucas e a intensidade de jogo e luta foram altíssimas. O nulo ajustava-se àquilo que foi na primeira parte.

A segunda parte trouxe um Benfica mais dominador e, também, polémica. Decorria o minuto 61 quando David Addy viu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Os vimaranenses queixarem-se, visto que Siqueira também poderia ter visto a segunda cartolina no início da segunda parte. Mas o Vitória ainda poderia ter ficado reduzido a nove aos 68', quando a equipa de arbitragem não terá visto a falta de Paulo Oliveira sobre Lima, na grande área, que valeria penálti e segundo cartão ao central vimaranense.

Em superioridade numérica, o Benfica, que se tem revelado mais forte nas bolas paradas (sobretudo nos lances "estudados") nesta época, aproveitou um pontapé de canto para chegar ao golo. Oscar Cardozo rematou de primeira na grande área, numa bola que parecia fácil para Douglas segurar, mas Marco Matías colocou-se à frente do guarda-redes e desviou a bola para o fundo das redes, aos 73 minutos.

O Vitória ainda "carregou" em busca do empate, mas não conseguiu anular o triunfo e a festa encarnada, que terminou em confusão no relvado. Quando os jogadores do Benfica foram oferecer as camisolas aos adeptos, vários apoiantes invadiram o relvado e motivaram a ação policial. Jorge Jesus não gostou da maneira mais aguerrida como um adepto estava a ser agarrado e "investiu" contra as forças de segurança, visivelmente furioso, justificando a sua ação no final. "Na defesa dos jogadores e dos adeptos do Benfica serei sempre o primeiro", vincou.


Ler Artigo Completo(Pág.1/14) Página seguinte
Patrocínio
 
5116Visualizações
13Impressões
25Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado






PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100
Epaper

PUBLICIDADE




DN

Epaper

Epaper